Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Semana terá 100 mm de chuvas no Sul, granizo no Sudeste e Centro-Oeste beirando os 40 ºC

No Nordeste, a previsão aponta para temperaturas máximas de até 41 ºC e chuvas previstas se concentram na faixa litorânea e sul da Bahia

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 02/10/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de Mercado

Confira a previsão do tempo para a semana que está começando:

Sul

A semana começa ensolarada na região Sul, mas o tempo vira entre terça-feira (3) à noite e quarta (4) de madrugada, devido ao avanço de uma nova frente fria no Rio Grande do Sul, que segue para Santa Catarina e Paraná. Há risco para queda de granizo e fortes rajadas de vento, que podem ultrapassar os 40 km/h.

Atenção à chuva volumosa, pois o acumulado pode passar de 100 mm durante quarta e quinta-feira no centro-norte do Rio Grande do Sul. O solo ainda se encontra com excesso de umidade na qual não se descarta o risco para alagamentos e deslizamentos no estado gaúcho devido também aos rios estarem próximos de seus limites de cota.

O produtor deve aproveitar esta segunda (2) e terça-feira para realizar os trabalhos em campo.

Sudeste

A semana começa com mais nebulosidade e ausência de chuvas volumosas em todas as regiões até quarta-feira. Entre quarta e quinta-feira uma nova frente fria, que avança do sul, deve trazer temporais aos quatro estados da região, com possibilidade de rajadas de ventos acima de 40 km/h e queda de granizo de forma pontual.

O período chuvoso deve se estender até sábado (7), em que o acumulado em quatro dias gira em torno de 60 mm nas áreas produtoras, o que ajuda a repor umidade do solo, principalmente no interior de São Paulo e Minas Gerais. O alerta fica para o volume que pode ultrapassar 100 mm nesse período na faixa leste de São Paulo, o que pode causar principalmente alagamentos.

A semana deve ser quente, porém mais chuvosa. Tendência de pancadas de chuvas intercaladas com períodos de melhoria durante o dia até o final da semana. O acumulado em cinco dias varia entre 30 mm e 50 mm em Mato Grosso do Sul, centro sul de Mato Grosso e centro sul de Goiás, o que alivia momentaneamente a situação das lavouras de 1ª safra e pastagens.

As temperaturas máximas vão continuar girando em torno de 40 ºC nos três estados, agravando ainda mais a situação da ausência de chuvas no centro-norte de Mato Grosso, deixando o solo mais ressecado e potencializando o risco para focos de incêndio.

Nordeste

Semana quente e ensolarada em grande parte da região. No Maranhã, Piauí, Ceará e interior do
Rio Grande do Norte, Paraíba, Bahia e Pernambuco segue a situação de restrição hídrica, com temperaturas máximas em torno de 37 ºC e 41 ºC que, associadas à ausência de chuvas na região, amplificam o risco para focos de incêndio.

As chuvas previstas se concentram na faixa litorânea e sul da Bahia, mas o volume é baixo em torno de 10 mm e 15mm durante esta segunda e terça-feira. Com o El Niño em andamento, a tendência é da situação de estiagem continuar na região, agravando a situação das lavouras e pastagens.

Norte

Semana quente em todas as regiões, com chuvas mais volumosas previstas somente para faixa oeste de Amapá e Roraima, onde o acumulado pode chegar a 50 mm no decorrer da semana.

As temperaturas máximas continuam na casa dos 40 ºC, agravando a situação das lavouras de 3ª safra, pastagens e níveis dos rios. O risco para focos de incêndio continua em toda faixa centro-leste, que inclui o leste do Amazonas, Pará, Amapá e Tocantins.

Canal Rural

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?