Publicidade

Previsão do tempo: veja como ficam as condições no início de agosto

Confira as informações sobre o tempo em todas as regiões brasileiras nesta segunda e terça-feira, de acordo com a Climatempo

Tempo de leitura: 3 minutos

| Publicado em 01/08/2022 por:

Eng. Agrônoma especializada em Administração Agrícola e Comércio Exterior.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Segunda-feira (1°)

Sul

As condições atmosféricas são estáveis em toda a região. Com o enfraquecimento da massa de ar polar, as temperaturas se elevam durante a tarde, com os maiores valores no noroeste paranaense.

Leia também:

Em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, as temperaturas ainda são baixas e a possibilidade de ocorrência de geada nas regiões serranas não é descartada.

Sudeste

As temperaturas já começam a apresentar valores mais elevados e a sensação de frio diminui. O sol brilha forte nas capitais e não há previsão de chuva para nenhuma área.

Devido à circulação dos ventos, a umidade relativa do ar no leste mineiro permanece elevada durante todo o dia, com índices acima de 50%. Já nas demais áreas são esperados valores abaixo de 20%, principalmente no Triângulo Mineiro e na região de Ribeirão Preto (SP).

Centro-Oeste

O sol brilha forte em todas as horas do dia. Apesar da presença de algumas nuvens, não há previsão de chuva. Os índices de umidade ficam abaixo de 20% em Mato Grosso e Goiás.

Nordeste

A massa de ar seco avança e bloqueia a formação de nuvens carregadas em grande parte do Piauí e do Ceará. Nas demais áreas, pancadas de chuvas acompanhadas de trovoadas ocorrem a qualquer hora do dia.

Norte

As pancadas de chuva seguem concentradas no Amazonas e no Pará. Ainda chove no norte do Tocantins. Em grande parte do Acre e em Rondônia, a massa de ar seco predomina.

Terça-feira (2)

Sul

O tempo nublado volta novamente ao Rio Grande do Sul. Isso ocorre devido a um sistema de baixa pressão que se localiza entre o Paraguai, Bolívia e Argentina, além da entrada de umidade transportada pela circulação dos ventos. A variação de nebulosidade se concentra no extremo sul do estado, entre Uruguaiana e Rio Grande, assim como as pancadas de chuvas. Não são esperados altos acumulados.

Em Santa Catarina e no Paraná, as condições atmosféricas permanecem estáveis; apesar da presença de nuvens, não chove. No litoral paranaense a incursão dos ventos é responsável pelo aumento de nebulosidade.

As temperaturas no noroeste paranaense já são elevadas e faz calor durante a tarde. Nas horas mais quentes do dia, os índices de umidade relativa ficam abaixo de 30%.

Sudeste

O tempo continua firme, mas com presença de algumas nuvens, principalmente no litoral sul paulista, devido à circulação de ventos.

Em grande parte do estado de São Paulo e de Minas Gerais, os índices de umidade relativa ficam abaixo de 20%, principalmente no Triângulo Mineiro e na região de Ribeirão Preto (SP).

Devido à entrada de ventos marítimos, a umidade relativa no leste mineiro permanece elevada durante todo o dia, com índices acima de 50%.

Centro-Oeste

Não há mudanças nas condições atmosféricas da região. O tempo firme predomina em todos os estados e as temperaturas são elevadas durante o dia. Além disso, os índices de umidade ficam abaixo de 20% em Goiás e Mato Grosso.

Nordeste

A massa de ar seco domina todo o interior da região, além de atuar em grande parte do Piauí, Ceará e Maranhão. A chuva permanece concentrada no litoral leste e norte, com os maiores acumulados na costa norte da Bahia. Entre Pernambuco e Rio Grande do Norte, as pancadas de chuva ocorrem durante todo o dia.

No Maranhão, as pancadas se concentram na parte da tarde. Devido à entrada de umidade no continente pelos ventos, a região central da Bahia tem índices de umidade acima de 50% nas horas mais quentes do dia.

Norte

Sem mudanças nas condições atmosféricas, a chuva permanece concentrada em Manaus (AM), Roraima, Amapá e Pará. As pancadas de chuvas são mais intensas e distribuídas no período da tarde e à noite.

A massa de ar seco domina grande parte do Tocantins e de Roraima. Pancadas de chuvas isoladas e mal distribuídas podem ocorrem no extremo norte do Tocantins. As temperaturas são elevadas em todas as áreas.

Canal Rural

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?