Acesse

Exportações e superávit da balança comercial de maio atingem recorde histórico

Todos os setores da economia elevaram volumes embarcados ao exterior, com destaque para o agronegócio

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 02/06/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de Mercado

O diretor de Planejamento e Inteligência Comercial do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Herlon Brandão, disse que as exportações em maio, que somaram US$ 33,1 bilhões, foram recorde absoluto para qualquer mês desde o início da série histórica. O superávit de R$ 11,4 bilhões também é recorde histórico para qualquer mês da série.

Brandão disse que o recorde das exportações foi puxado pelo volume. “Já adianto que tivemos embarques recordes de soja, minério de ferro e crescimento de volume de vários outros produtos”, disse.

Preços caem

Em contrapartida, os preços caíram. “Os preços, como tem ocorrido nos meses de 2023, colaboram negativamente para os resultados da balança, que caíram 13,7%”, disse.

Em relação às importações, a queda registrada em maio – de 12,1% em relação ao mesmo mês de 2022 – ocorreu exclusivamente por causa do preço, já que o volume se manteve no mesmo patamar.

O diretor de Planejamento e Inteligência Comercial do MDIC disse ainda que o resultado das exportações nos cinco primeiros meses do ano, que somou US$ 136,4 bilhões, foi recorde. “É um valor inédito para a série, desde 1989”, disse.

O superávit do período, de US$ 35,3 bilhões, também é recorde para o acumulado entre janeiro a maio. Brandão destacou que todos os setores elevaram as exportações, com destaque para o agronegócio.

Apesar da variação negativa das importações para o período, de 4,6% na comparação entre 2023 e 2022, a corrente de comércio permaneceu estável por causa das exportações.

Médias diárias das exportações

A média diária das exportações registrou em maio crescimento de 11,6%, com alta de 15,7% em Agropecuária, crescimento de 8,5% em Indústria da Transformação e alta de 12,8% em produtos da Indústria Extrativa.

Já a média diária das importações caiu 12,1%, com queda de 36,4% em Agropecuária, redução de 19,1% em Indústria Extrativa e retração de 11,0% em produtos da Indústria da Transformação.

Acumulado do ano

No ano até maio, a balança comercial acumula superávit de US$ 35,284 bilhões, com exportações de US$ 136,393 bilhões e importações de US$ 101,108 bilhões.

Nos cinco primeiros meses do ano passado, o saldo foi positivo em US$ 25,367 bilhões.

Canal Rural

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?