Exportações do agro mineiro abrem o ano com novo recorde

Embarques de produtos agropecuários do somaram US$ 961 milhões em janeiro

Tempo de leitura: 3 minutos

| Publicado em 03/03/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de Mercado

As exportações do agro mineiro alcançaram US$ 961 milhões em janeiro. Valor que, segundo a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), representa crescimento de 6,3% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Diante do resultado, a pasta estadual reforça: novo recorde foi estabelecido para o setor produtivo em Minas Gerais. Isso porque foi registrada a melhor performance — em termos de receita — para o mês de janeiro na série histórica, que passou a ser acompanhada desde 1997.

Leia também:

“As exportações de Minas estão sendo beneficiadas pela valorização das commodities” — Thales Fernandes.

“O bom resultado também foi registrado em relação ao volume, com o embarque de 680 mil toneladas e crescimento de 0,6%”, comemora o secretário de Agricultura de MG, Thales Fernandes. “As exportações de Minas estão sendo beneficiadas pela valorização das commodities. O preço médio da tonelada apresentou alta de 5,6%”, informa o secretário.

Agro mineiro pelo mundo

Em janeiro de 2023, os produtos do agro mineiro foram enviados para 133 países. Os principais destinos foram:

  • China (US$ 186 milhões);
  • Alemanha (US$ 132 milhões);
  • Estados Unidos (US$ 113 milhões);
  • Itália (US$ 50 milhões); e
  • Japão (US$ 49 milhões).

Juntos, esses cinco países responderam por 55,4% da receita do agronegócio de Minas Gerais no último mês.

A pauta de foi embarques para o exterior liderada pelas vendas de café (55%). Produtos florestais (13%), carnes (12%), complexo sucroalcooleiro (10%) e complexo soja (5%) completam a lista dos principais produtos de exportação da agropecuária estadual.

Agro mineiro: dados por produto

Café

O principal item da pauta exportadora do agronegócio mineiro alcançou a receita de US$ 523 milhões, representando quase 55% da receita das vendas externas. O café produzido em Minas Gerais foi enviado, somente em janeiro, para 66 países, liderados pela Alemanha (US$ 112 milhões). A França se destacou no ranking dos países importadores, com o aumento de 123% de suas compras dl grão, posicionando-se entre os sete principais destinos do produto.

Produtos florestais

O aumento significativo das vendas de produtos florestais (celulose, madeira e papel) levou o segmento a sair da quinta posição que ocupa regularmente no ranking para o segundo lugar na pauta exportadora do agro mineiro em janeiro de 2023.

A receita do segmento alcançou US$ 123 milhões (+114%), com o embarque de 149 mil toneladas (+20%). A celulose é o principal produto dessa divisão e puxou o crescimento das vendas. A China, por sua vez, é a principal importadora de celulose e se destacou na aquisição desse tipo de material.

Carnes

As carnes também mantiveram boa performance e todas as proteínas (bovina, frango e suíno) apresentaram crescimento. As vendas no mês somaram US$ 114 milhões e 32 mil toneladas comercializadas. O aumento foi de 12% e 18%, em valor e volume, respectivamente.

O setor de bovinos liderou as vendas, com US$ 81 milhões em receita e 17 mil toneladas. A China é o principal parceiro comercial nesse segmento e ampliou em 47% as compras, na comparação com o mês de janeiro do ano anterior.

O setor de frango totalizou US$ 29 milhões e 18 mil toneladas. O mercado chinês responde por 36% das compras dessa proteína animal.

As exportações de carnes suínas totalizaram US$ 3,6 milhões e 2,5 mil toneladas. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, o aumento foi de 41% no valor e 22% no volume. O Uruguai manteve a liderança das compras, enquanto o Vietnã ultrapassou Hong Kong e passou a ocupar a segunda posição no ranking.

Complexo sucroalcooleiro

Composto por vendas de açúcar de cana, álcool e demais açúcares, o grupo obteve receita de US$ 96 milhões, com a comercialização de 217 mil toneladas. O açúcar, principal componente,
registrou aumento de 74% no valor e 32% no volume. Iêmen e China lideraram as compras da commodity.

Complexo soja

As exportações do complexo soja (grão, farelo e óleo) registraram US$ 45 milhões de receita e 59 mil toneladas embarcadas. Normalmente segundo colocado no ranking dos produtos exportados do complexo.

Canal Rural

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?