Cacau tem nova preocupação com oferta global e começa semana no positivo

Tempo de leitura: < 1 minutos

| Publicado em 07/02/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de Mercado

O mercado futuro do cacau encerrou o primeiro pregão da semana com ajustes técnicos para os preços em Nova York. O contrato referência teve alta de 0,31%, negociado por US$ 2577.

De acordo com análise do site internacional Barchart, a commodity teve suporte nos estoques monitorados pela ICE. Os dados mais recentes mostraram queda nos últimos meses. “Estão moderadamente acima da mínima de 9 meses e meio desde 3 de janeiro”, afirma a publicação.

Leia também:

Já em Londres, o cacau teve suporte na queda da libra, que atingiu a mínima de um mês em relação ao dólar. “A libra mais fraca impulsiona o cacau que é cotado em libras esterlinas”, complementa.

O dólar encerrou com alta de 0,51%, negociado por R$ 5,17 na venda. “O dólar avançou frente ao real nesta segunda-feira, com novas tensões entre governo e Banco Central e a possível intenção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de ampliar a isenção do Imposto de Renda afastando investidores do risco, em meio ainda a temores sobre a trajetória de aperto monetário do Federal Reserve”, afirma a agência Reuters.

Além disso, o cacau teve suporte na preocupação com a oferta da África Ocidental. Desde o início da guerra, há quase um ano, os produtores dessas áreas são impactados com falta de fertilizantes.

“No lado positivo para o cacau estão as menores exportações de cacau da Nigéria depois que a Associação de Cacau da Nigéria informou em 24 de janeiro que as exportações de cacau da Nigéria caíram -0,7%”, destaca mais uma vez a análise do Barchart.

Notícias Agrícolas

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?