Algodão: plantio começa em ritmo acelerado em Mato Grosso

Tempo de leitura: < 1 minutos

| Publicado em 12/12/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

O plantio da safra 2023/24 de algodão em Mato Grosso começou em ritmo mais acelerado que na temporada passada. É o que aponta o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Na semana passada, as máquinas percorreram 0,26% da área reservada para a cultura. No mesmo período do ano passado, os cotonicultores ainda não tinham começado a plantar. A média das últimas cinco safras é de 0,12% nesta época.

Leia também:

Em boletim, o Imea informa que a única região onde o trabalho de campo começou é a sudeste, que responde por mais da metade das lavouras de primeira safra da fibra no Estado. A chuva registrada na última semana estimulou o plantio.

“O clima será um fator determinante, uma vez que é necessário que o solo esteja úmido para que ocorra a semeadura. Para os próximos dias, são esperados volumes de precipitações abaixo da média dos últimos anos, o que pode impactar no ritmo do plantio”, alertam os técnicos.

A queda nos preços do algodão inibiu os cotonicultores. A comercialização avançou pouco, tanto da safra velha (2022/23) quanto da safra nova (2023/24), de acordo com o Imea.

Os negócios com a produção de 22/23 avançaram 1,6 ponto percentual na comparação de novembro com outubro, chegando a 79,36% da produção. O preço médio no período caiu 1,45%, para R$ 126,75 por arroba.

A produção projetada para 23/24 está 51,65% vendida. O avanço de outubro para novembro foi de 1,52 ponto percentual. O valor médio foi de R$ 132,69 por arroba, queda de 3,8%.

Canal Rural

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?