Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Temporais atingem Brasil nesta semana; saiba onde e quando na previsão do tempo

Veja como ficam as condições do tempo em todas as regiões brasileiras

Tempo de leitura: 3 minutos

| Publicado em 23/10/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de Mercado

Confira como ficam as condições do tempo em todas as regiões do Brasil no período de 23 a 27 de outubro.

Sul

A semana começa com temporais na região Sul, devido a um sistema de baixa pressão situado no norte da Argentina.

De segunda (23) a quarta-feira (25), espera-se chuva em toda a região, com um volume acumulado em três dias de aproximadamente 50 mm. Esses temporais podem vir acompanhados de queda de granizo e rajadas de vento acima de 40 km/h.

A tendência de melhoria começa a partir de quinta-feira (26) no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

As temperaturas devem se manter mais amenas em todas as áreas, devido ao período com mais nebulosidade, com temperaturas máximas elevadas somente na faixa norte do Paraná.

Apesar do volume de chuva não ser tão elevado, o solo na região ainda encontra-se com muita umidade, o que pode acabar gerando transtornos nos trabalhos em campo, sob risco de alagamentos e deslizamentos.

Sudeste

O tempo fica mais firme em praticamente todas as áreas da região no começo da semana. Há chuva prevista nesta segunda-feira somente na faixa norte do Espírito Santo, onde o volume deve ficar em torno de 10 mm.

O calor se mantém no interior de São Paulo e em Minas Gerais até quarta-feira, com máximas que podem chegar a 40 ºC.

Esse tempo ensolarado deve se manter nos quatro estados, porém, as chuvas estão previstas para retornar a São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, persistindo até sexta-feira (27). O volume pode chegar a 40 mm nos três dias, o que deve contribuir para repor a umidade no solo, favorecendo as lavouras de soja e milho na região recém-semeadas.

Durante este período, não se recomenda o tratamento fitossanitário das lavouras recém implantadas.

Centro-Oeste

A semana permanece ensolarada em grande parte da região. Chuvas estão previstas para esta segunda-feira em Mato Grosso e no leste de Mato Grosso do Sul, porém com baixo volume, em torno de 5 a 10 mm.

O tempo ensolarado continua em Mato Grosso e Goiás, onde as temperaturas máximas durante a semana vão continuar entre 36 ºC e 38 ºC, podendo chegar a 40 ºC ao longo da semana em Mato Grosso e Goiás.

Temporais estão previstos para quarta e quinta-feira em Mato Grosso do Sul, com possibilidade de rajadas de vento acima de 40 km/h que podem causar acamamento nas lavouras em desenvolvimento.

As chuvas continuam na região, porém de forma pontual. O volume ainda é muito baixo, não garantindo uma boa umidade para o ciclo inicial das lavouras de primeira safra.

Nordeste

O tempo quente e ensolarado marca o início da semana em praticamente todas as áreas da região. Nesta segunda-feira, há previsão de chuva somente na faixa litorânea, com cerca de 10 mm acumulados.

As temperaturas máximas no interior da região continuam acima de 37 ºC, com a tendência de as chuvas chegarem ao Maranhão, norte do Piauí e centro da Bahia na quarta-feira, com volume entre 15 e 20 mm. Isso ajuda a amenizar a situação de estresse hídrico na região, mas ainda não resolve o problema de baixa umidade.

Segue o alerta para risco de focos de incêndio em todas as áreas, com o Maranhão em 4º lugar, Piauí em 5º e Bahia em 6º no ranking de estados com mais focos de incêndio neste ano, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Norte

As chuvas estão retornando a todas as áreas da região nesta semana, aliviando as altas temperaturas, que vinham se mantendo em torno de 40 ºC. Somente na faixa sul da região ainda se espera temperaturas girando em torno desse índice.

O acumulado previsto para os próximos dias é de 30 a 40 mm, o que ajuda a repor a umidade do solo e aliviar a situação de seca, já que a faixa leste ainda necessita de mais chuvas para resolver a situação.

As chuvas também devem amenizar o risco de focos de incêndio, já que, segundo o Inpe, o Pará lidera o ranking com 25.308 focos este ano, seguido do Amazonas, que está em segundo lugar com 17.892 focos.

Canal Rural

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?