Para muitos na China, economia parece estar em recessão

Crise de confiança na economia está dissuadindo os consumidores de gastar e as empresas de contratar e investir.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 19/01/2024 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

XANGAI (Reuters) – Melody Zhang esperava iniciar uma carreira em propaganda estatal na China depois de mais de 100 candidaturas sem sucesso no setor de mídia. Com um número recorde de 2,6 milhões de pessoas concorrendo a 39.600 empregos no governo em meio a uma crise de desemprego entre os jovens, ela não conseguiu ser aprovada.

“Nascemos na era errada”, disse a graduada de 24 anos da Universidade Renmin, a mais importante da China.

Leia também:

“Ninguém mais se preocupa com seus sonhos e ambições em uma crise econômica. A busca interminável por emprego é uma tortura.”

Uma crise de confiança na economia está dissuadindo os consumidores de gastar e as empresas de contratar e investir, no que pode se tornar um mecanismo que corrói o potencial econômico de longo prazo da China.

A China cresceu 5,2% no ano passado, mais do que a maioria das grandes economias. Mas para os formados desempregados, os proprietários de imóveis que se sentem mais pobres porque seus apartamentos estão perdendo valor e os trabalhadores que ganham menos do que no ano anterior, a segunda maior economia do mundo parece estar encolhendo.

Zhu Tian, professor de economia da China Europe International Business School, em Xangai, diz que a definição de recessão que consta nos livros — dois trimestres consecutivos de contração econômica — não deveria se aplicar a um país em desenvolvimento que investe cerca de 40% de sua produção anualmente, o dobro do nível dos Estados Unidos.

“Estamos em uma recessão”, disse Zhu. “Se você conversar com dez pessoas, sete dirão que tivemos um ano ruim.”

“Acho que o governo não pode se dar a esse luxo. Isso não pode continuar para sempre”, disse ele, pedindo mais medidas de estímulo para romper o que poderia ser um “ciclo vicioso” de baixa confiança que afetará principalmente os jovens que estão entrando no mercado de trabalho.

InfoMoney

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?