Influenza aviária: Situação epidemiológica na Argentina

O Senasa informa as análises diagnosticadas por seu Laboratório Nacional em amostras enviadas de diferentes províncias

Tempo de leitura: < 1 minutos

| Publicado em 07/03/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de Mercado

O Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa) da Argentina confirmou no final da tarde de segunda-feira (6) mais três casos positivos de influenza aviária (IA) H5, sendo dois em aves de granjas comerciais, um na província de Buenos Aires e um na província de Neuquén; e um em aves domésticas na província de Chaco, o que soma 39 detecções da doença no total até agora em todo o país, desde o dia 15 de fevereiro, sendo: 31 em aves domésticas, quatro em aves silvestres e quatro no setor comercial.

Das 5 amostras analisadas ontem pelo Laboratório Nacional Senasa, 2 tiveram diagnóstico negativo e 3 positivo para AI H5, 2 em aves de granjas comerciais em estabelecimentos na cidade portenha de Mar del Plata, e na cidade de Neuquén Senillosa, e um doméstico na cidade de Avia Terai, no Chaco.

Leia também:

Após a confirmação dos casos, agentes dos centros regionais de Buenos Aires Sur; Patagônia Norte e Chaco-Formosa del Senasa, realizarão as ações sanitárias correspondentes nas propriedades afetadas. Por sua vez, o Senasa está trabalhando em ações sanitárias e de varrimento em todas as regiões onde foram feitas as constatações.

Notícias Agrícolas

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?