Empresas vão produzir combustível a partir da canola

Ação será conduzida por Corteva, Bunge e Chevron

Tempo de leitura: < 1 minutos

| Publicado em 27/03/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de Mercado

A Corteva, a Bunge e a Chevron anunciaram nesta mês, que irão trabalhar juntas para introduzir híbridos de canola safra de inverno, que produzem óleo vegetal com uma pegada de carbono mais baixa.

Contudo, o objetivo é tentar aumentar a disponibilidade de matérias-primas para o crescente mercado doméstico de combustíveis renováveis.

Leia também:

Além disso, as empresas afirmaram que os híbridos de canola de inverno da Corteva podem ser usados em um sistema de cultivo duplo, seguindo a soja ou o algodão.

A Bunge Chevron Ag Renewables, uma joint venture entre a Bunge e a petrolífera Chevron, planeja fechar negócio com agricultores para comprar a canola colhida na estação e usar o óleo para produzir combustível renovável.

Canola safra de inverno nos EUA

As três companhias ainda disseram que a canola safra de inverno, que planejam introduzir no sul dos Estados Unidos. Além do mais, vai criar uma nova oportunidade de receita para os agricultores com uma rotação sustentável de culturas, acrescentando que esperam conduzir um programa piloto no cultivo na temporada de 2022/23.

Canal Rural

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?