Embrapa irá avaliar clones de eucalipto para biomassa em MT

Atualmente, a silvicultura de eucalipto em Mato Grosso é pautada em três materiais: H13, VM01 e I144

Tempo de leitura: < 1 minutos

| Publicado em 28/12/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de Mercado

A Embrapa Agrossilvipastoril e a Associação dos Reflorestadores de Mato Grosso (Arefloresta) iniciarão em breve um projeto de pesquisa para avaliar 60 clones de eucalipto para biomassa no estado. O objetivo é identificar materiais mais adaptados e produtivos para as condições de clima e solo de Mato Grosso.

Atualmente, a silvicultura de eucalipto no estado é pautada em três materiais: H13, VM01 e I144.

Leia também:

Esses clones são utilizados em todas as regiões de Mato Grosso, mas apresentam riscos caso surjam pragas ou doenças a que sejam suscetíveis.

Com o novo projeto, a Embrapa e a Arefloresta pretendem ampliar o leque de opções de materiais disponíveis para os reflorestadores.

Os clones serão testados em cinco regiões de Mato Grosso, em áreas marginais para a agricultura, geralmente com solos arenosos.

Os experimentos serão conduzidos pela Embrapa e por empresas associadas à Arefloresta.

O orçamento aprovado para o projeto é de R$ 2,4 milhões, distribuídos ao longo de seis anos de execução.

“Esse projeto é importante para o setor florestal de Mato Grosso”, afirma o pesquisador da Embrapa Agrossilvipastoril e líder do projeto, Maurel Behling. “Ele vai contribuir para a diversificação da produção de eucalipto no estado e reduzir os riscos da atividade.”

Os resultados do projeto serão divulgados ao longo dos próximos anos.

Canal Rural

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?