Publicidade

Curiosidade: influência das fases da lua na agricultura; quem nunca observou o calendário lunar?

A lua, desde a antiguidade, tem poder de mexer com o imaginário da humanidade. Para alguns povos é considerada uma fonte de poderes sobrenaturais, que influencia o ciclo de vida no planeta Terra. É inegável que existem comunidades rurais que relatam experiências bem sucedidas, no aumento de produtividade das práticas agrícolas, ao recorrerem à sabedoria lunar.

Tempo de leitura: 3 minutos

| Publicado em 27/06/2022 por:

Eng. Agrônoma especializada em Administração Agrícola e Comércio Exterior.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Na produção de alimentos, a influência da lua sobre as plantas é conhecida pelos agricultores há séculos. É milenar o conhecimento que os chineses detêm, por exemplo, sobre o corte do bambu e madeira: a ser realizado entre lua minguante e a nova, quando o teor de seiva e umidade dentro dos troncos é menor. Aplicar o conhecimento prático ajuda o homem a se entender com o ritmo da natureza e dessa forma usá-lo em beneficio da plantas.

A lua passa por quatro fases, as quais conhecemos de cor e salteado, e que estão em nosso calendário: minguante, cheia, nova e crescente. Cada fase dura sete dias. Em cada uma delas, a lua tem diferentes níveis de influência para um determinado conjunto de plantas.

A seguir, vamos revelar qual é a influência da Lua na Agricultura em cada uma das suas fases, fique atento!

Leia também:

Lua Minguante – Nesta fase é pouca a influência da lua sobre a Terra. É provável que esta força seja insignificante. A energia ou força contida na terra tende a descer. Daí a origem do pensamento dito pelos mais velhos: “nesta fase da lua as coisas que crescem da terra para fora minguam, e as coisas que crescem de fora para dentro vigoram (raízes)”.

Mas isso não é coisa do passado, até hoje ainda é assim! Plantas como beterraba, cenoura, inhame, batata, cebola, e outras da mesma qualidade tendem a crescer bastante neste período.

Nesta fase a força da seiva diminui, indo para a parte inferior da planta. A planta absorve menos quantidade de seiva no caule, nas folhas e nos ramos. Durante o período desta lua é bom tirar madeiras e bambus para construções porque vão ficar firmes, visto que tudo vai se fortificar.

Na prática, ao observar o comportamento das hortaliças, concluiu-se que nesta fase é aconselhável plantar raízes; rabanetes, beterraba, cenoura, batata e outras. Isto porque a planta ao germinar, primeira força o enraizamento, demora mais a nascer, retarda um pouco o crescimento, porte menor, raízes mais desenvolvidas.

Nesta fase é aconselhável colher o milho, abóbora e outros para armazenamento, porque resiste mais ao ataque do caruncho. Também é uma boa época para podar. Colher as sementes uns dias antes da Lua Nova.

Aviso aos navegantes

Em todas as fases deve usar o auge da lua (dois ou três dias após ter começado a fase); com exceção da minguante, que poderá usar a partir do quinto dia da cheia, isto porque o próprio nome já diz: está minguando, mas não descartando a possibilidade dela exercer pequena influência sobre a planta.

Lua Nova – Nesta fase a seiva atinge o seu pico máximo de retrocesso. As plantas têm baixa resistência às pragas. Nesta fase, ela começa exercer influência sobre a Terra, a seiva manifesta-se em maior quantidade no caule, em direção aos ramos.

Planta-se mais couve-comum, cebolinha, espinafre, plantas medicinais e outras. Bom também para o plantio de árvores cujo objetivo é produção de madeira.

O preceito à regra, que rege a maioria dos agricultores no campo é o seguinte: que entre a lua minguante e a nova deve ser plantado tudo o que dá “abaixo do solo” (raízes, tubérculos, rizomas e bulbos comestíveis) e, que entre a lua crescente e a cheia, deve-se plantar tudo o que dá “acima do solo” (folhas, flores e frutos comestíveis).

Lua Crescente – A lua crescente exerce uma ótima função diretamente no caule, nos ramos e também nas folhas, fortificando as plantas que vão ficar mais fortes contra as pragas que as atacam em grandes quantidades, principalmente em plantações extensas. Essa lua é muito boa para quem quer plantar tomate, feijão, pepino, milho, arroz, abóbora, jiló, quiabo e até mesmo cereais. Vale ressaltar, que em especial, quem se destaca mesmo nesta época é o tomate que vai produzir mais, tendo suas pencas próximas uma das outras diferente das outras estações lunares que diminuem a velocidade do crescimento.

Também é uma boa fase para se fazer enxerto e poda. Boa época para se preparar o solo com compostos e cobertura vegetal.

Lua Cheia – A Terra tende a sofrer influência máxima dos poderes da lua nesta fase; porém isto acontece apenas nos primeiros dias. Depois de resistir ao impacto da minguante ela deixa de mandar toda a energia que pode. Esse é um excelente período para quem quer plantar repolho, couve-flor, alface e outras plantas hortaliças parecidas. Além disso, esta fase é ótima para o plantio de flores.

É importante destacar que nesta fase a seiva se concentra na copa da planta (ramos e folhas).

Esta fase da lua também é boa para colher plantas medicinais e frutos  – os frutos estão mais suculentos devido a maior quantidade de seiva encontrada em seu interior.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola.

*Com informações retiradas de artigos publicados sobre Agricultura Biológica/Agrisustentavel

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?