Chuvas no Brasil dificultam corte da cana e pressionam preços do açúcar

Os futuros do açúcar em Nova York são impulsionados pelo impacto das chuvas no Brasil sobre a produção e o embarque da commodity.

Tempo de leitura: < 1 minutos

| Publicado em 23/11/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

Os futuros do açúcar em Nova York são impulsionados pelo impacto das chuvas no Brasil sobre a produção e o embarque da commodity.

As fortes precipitações na região Centro-Sul impedem algumas usinas de realizar o corte de cana-de-açúcar, segundo disse o diretor-gerente da Paragon Global Markets, Michael McDougall. O clima também pode atrapalhar o carregamento dos navios, que normalmente acontece a céu aberto. Isso ameaça aumentar uma já longa fila de navios que esperam até 40 dias para carregar açúcar no Porto de Santos.

Leia também:

Crescimento

O açúcar já subiu quase 2% esta semana, para até US$ 0,2775 por libra-peso nesta terça-feira, 21.

Os reveses na Europa acontecem em um momento em que a oferta global já está restrita e a Índia, maior produtor de açúcar depois do Brasil, sofre com uma queda na produção. A produção do país caiu para 1,28 milhão de toneladas na primeira quinzena de novembro, ante 2 milhões de toneladas no mesmo período do ano anterior, de acordo com um grupo de produtores nacionais.

RPAnews

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?