Boi gordo: preços reagiram no fim da semana passada

Praticamente todas as praças de negociação apresentaram de estabilidade a alta nas cotações.

Tempo de leitura: < 1 minutos

| Publicado em 22/11/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

O preço do boi gordo reagiu no fim de semana passada. De acordo com a consultoria Agrifatto, praticamente todas as praças de negociação apresentaram de estabilidade a alta nas cotações do animal pronto para abate.

“O mercado físico se viu com uma oferta um pouco mais comedida e as indústrias frigoríficas abastecendo seus estoques para as festividades de fim de ano”, informa, em boletim de mercado.

Leia também:

No Pará, a arroba subiu 1,6% na sexta-feira (17/11), em relação ao dia anterior, cotada a R$ 208,20. Em Tocantins, leve valorização de 0,2%, com a arroba valendo R$ 217,30.

“As escalas de abate recuaram em um dia útil na média nacional, encerrando a sexta-feira em oito dias úteis”, informa a consultoria. A programação mais longa está em Minas Gerais: 11 dias úteis.

Baseado em São Paulo, o indicador do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) subiu 3,36% apenas na sexta-feira, quando fechou a R$ 235,60 a arroba. No acumulado do mês, a referência ainda indica queda de 0,8%.

Levantamento da Scot Consultoria segue apontando estabilidade nos preços do boi comum, para mercado interno, na maior parte dos locais de negociação. Alta apenas no Norte de Minas Gerais, com arroba a R$ 220 na última sexta-feira, e em Pelotas (RS), com a cotação a R$ 7,20 o quilo.

Globo Rural

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?