As duras críticas de Lula a bancos e FMI em discurso na China

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) usou seu discurso na cerimônia de posse de Dilma Rousseff (PT) como presidente do Novo Banco do Desenvolvimento (NDB) para criticar instituições financeiras tradicionais como o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial.

Tempo de leitura: < 1 minutos

| Publicado em 14/04/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) usou seu discurso na cerimônia de posse de Dilma Rousseff (PT) como presidente do Novo Banco do Desenvolvimento (NDB) para criticar instituições financeiras tradicionais como o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial.

Nesta quinta-feira (13/04), ele disse que essas organizações não deveriam ficar “asfixiando” as economias de países em desenvolvimento.

Leia também:

“Os bancos têm de ter paciência. Se for preciso, renovar o acordo e colocar a palavra tolerância em cada renovação porque não cabe ao banco ficar asfixiando as economias dos países, como está fazendo agora com a Argentina o Fundo Monetário Internacional”, disse Lula em seu discurso.

A Argentina passa, há anos, por uma crise econômica e teve de recorrer a empréstimos do FMI. A relação do país com o organismo, porém, é alvo de críticas e divide a classe política local.

BBC

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?