Publicidade

Agricultura deve depender menos de insumos e mais de processos

No dia 26 de julho iniciou a Caravana Embrapa em Santa Maria no Rio Grande do Sul

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 28/07/2022 por:

Eng. Agrônoma especializada em Administração Agrícola e Comércio Exterior.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

No dia 26 de julho iniciou a Caravana Embrapa em Santa Maria no Rio Grande do Sul. Com o objetivo de promover o aumento da eficiência no uso de fertilizantes, diminuir custos de produção e estimular a adoção de novas tecnologias e de boas práticas de manejo de solo, água e plantas. O professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Ibanor Anghinoni, realizou a abertura do evento. O foco das palestras são os sistemas de produção de grãos cultivados em terras baixas, principalmente de arroz.

De acordo com Ibanor, o custo de produção do arroz teve um aumento de cerca de 50% em relação as últimas duas safras. Por isso, as oscilações de preços nos adubos, é preciso que sejam feitos ajustes nas doses de fertilizantes, visando a máxima eficiência técnica, para se ter maior eficiência levando em consideração investimento e retorno.

Leia também:

Ibanor ainda pontou a importância de se aumentar a diversificação do sistema de produção e aumentar a biomassa residual de uma produção, visando a redução da quantidade de adubo aplicado. “A agricultura precisa depender menos de insumos e mais de processos, ou seja o processo é a transformação dos nutrientes no solo e maior aporte de biomassa”, finalizou.

Já Walkyria Bueno Scivittaro, pesquisadora da Embrapa, em sua apresentação falou dos procedimentos a se adotar pra fazer um bom manejo do solo nas áreas de arroz. A pesquisadora indicou a importância dos 4 C`s , ou seja, a dose certa, a fonte certa, o local certo e época certa.

Antonio Luis Santi, professor da Universidade Federal de Santa Maria, falou sobre a agricultura de precisão, celebrando a evolução dessa área e o quanto é importante continuar avançando para otimizar a produção. Santi ainda defendeu que o melhor sensor da agricultura de precisão é a planta, sendo esse o caminho a ser seguido por este setor do agro.

Ao longo deste mês e no início de agosto, a iniciativa ainda percorre outros três municípios gaúchos, com programação adequada às realidades regionais. Nos dias 28 e 29 de julho, a Caravana Embrapa passa pelas Regiões Noroeste e Norte, nos municípios de Três de Maio e Passo Fundo, respectivamente, com foco nas culturas de grãos. Já no dia 9 de agosto, em Pelotas, na Região Sul, o conteúdo está ligado à agricultura familiar, tabaco, pastagens e fruteiras.

Agrolink

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?