Veja tudo sobre os mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Publicidade

Confira a variação acumulada do preço da ureia entre 2018 e junho de 2022

O preço da ureia, matéria-prima importada pelo Brasil (MDIC-SECEX, FOB) acumula alta de 345,4% entre janeiro de 2018 e junho de 2022, muito acima do ganho observado das commodities agrícolas

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 02/08/2022 por:

Eng. Agrônoma especializada em Administração Agrícola e Comércio Exterior.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Afinal, como evoluiu o preço da matéria-prima importada pelo Brasil, em Reais por kg (FOB) comparado com a variação do preço das commodities agrícolas. Uma análise realizada pela Farmnews, ajuda a responder este questionamento.


A Figura a seguir ilustra a variação acumulada do preço da ureia (FOB) e do boi gordo, bezerro, milho e soja, segundo dados do Cepea, entre janeiro de 2018 e junho de 2022.

Leia também:


O preço médio da ureia importada pelo Brasil em janeiro de 2018 foi de R$0,84/kg, enquanto em junho de 2022 o valor saltou para R$3,74/kg, alta de 345,4% no período. O valor de R$3,74/kg foi o mais elevado ao longo da série histórica de importação da matéria-prima.

Fonte: SECEX/Cepea/Farmnews


E se de um lado o preço da ureia importada pelo Brasil apresentou alta de 345,4% desde 2018, as commodities agrícolas avaliadas na respectiva análise, valorizaram muito menos no mesmo intervalo de tempo. O boi gordo (Cepea), por exemplo, acumulou alta de 117,0% entre o início de 2018 e junho de 2022, ao passo que para o bezerro o ganho foi um pouco maior, de 123,7%, mas ainda assim muito inferior ao observado para a ureia. No caso do milho e da soja (Cepea) a alta foi de 161,9% e 171,4% no mesmo período, respectivamente.

Apesar da alta maior dos grãos comparada a pecuária de corte, o ganho também ficou muito abaixo do observado para a matéria-prima, ureia, indicando uma forte queda no poder de compra do produtor frente ao insumo.

Confira o preço de internalização dos fertilizantes no Brasil na 1ª Semana de Agosto/22

Farmnews

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?