Publicidade

Trigo ARG Balanço Anual 2021: país deve bater recorde histórico de produção na safra 2021/22 colhendo 21 milhões de toneladas

Em 2021 o mercado do trigo da Argentina foi afetado por diversos fatores que mexeram com os preços, tanto do lado positivo, como negativo. A começar pela quebra da safra de 2020, que reduziu o saldo exportável de trigo do país e fez com que os preços se elevassem, com a ajuda também dos aumentos do cereal no mercado externo. Por outro lado, a menor demanda interna pelo setor moageiro de trigo, especialmente nos primeiros meses do ano e intervenções do governo sobre a politica de retenções, trouxeram prejuízos e preocupações a toda a cadeia produtiva do cereal. Apesar disso, o ano que se encerra deve contabilizar uma safra recorde, cuja colheita se encerra já em 2022, qual pode ultrapassar as 21 milhões de toneladas. Confira:

Tempo de leitura: 5 minutos

| Publicado em 26/06/2022 por:

Eng. Agrônoma especializada em Administração Agrícola e Comércio Exterior.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Em 2021 o mercado do trigo da Argentina foi afetado por diversos fatores que mexeram com os preços, tanto do lado positivo, como negativo. A começar pela quebra da safra de 2020, que reduziu o saldo exportável de trigo do país e fez com que os preços se elevassem, com a ajuda também dos aumentos do cereal no mercado externo. Por outro lado, a menor demanda interna pelo setor moageiro de trigo, especialmente nos primeiros meses do ano e intervenções do governo sobre a politica de retenções, trouxeram prejuízos e preocupações a toda a cadeia produtiva do cereal. Apesar disso, o ano que se encerra deve contabilizar uma safra recorde, cuja colheita se encerra já em 2022, qual pode ultrapassar as 21 milhões de toneladas. Confira:

Você precisa ser um assinante para ler essa publicação.

ou

Conheça alguns dos nossos planos abaixo

Assine agora e usufrua dos benefícios.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?