Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Fertilizantes: preço do gás natural mexeu com o mercado dos nitrogenados

Houve uma variação de 58,3% no preço do gás natural TTF, impactando negativamente a produção de ureia na Europa

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 19/06/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de Mercado

NITROGENADOS – a dinâmica do mercado internacional dos fertilizantes nitrogenados foi pega de surpresa com o inflacionamento de 58,3% no preço do gás natural TTF, cotado a US$ 8,53/MMBTU, um dos menores valores desde abril de 2021. Logo após essa queda, os produtores de fertilizantes enfrentaram dificuldades na disponibilidade do produto, com uma seguida disparada de US$ 13,50/MMBTU no dia 15 de junho. Com essa variação fortíssima, houve problemas de oferta e fechamento de duas plantas produtoras de fertilizantes na Noruega. Outros países devem sofrer pelos desdobramentos desse ocorrido.

Na semana anterior, a Índia havia anunciado um leilão para compra de 800 mil toneladas de ureia, mas até o momento, só conseguiu comprar 580 mil toneladas. As empresas indianas acreditavam que o leilão atuaria como fator determinante a redução dos preços de ureia, mas os vendedores retiraram suas ofertas, após o anúncio de preços entre US$ 279,70/t e US$ 285,90/t. Dessa forma, o leilão atuou como um fator de aumento dos preços, indicando o valor de US$ 280/t CFR como um piso para o produto.

Ambos os ocorridos, na Europa e Índia, afetaram os preços da ureia nos Estados Unidos e no Brasil, tendo a cotação da ureia sofrido um pico no dia 15 de junho. No Brasil, o valor médio passou a US$ 275/t CFR e, nos Estados Unidos, US$ 312/t FOB. Na Malásia, duas plantas produtoras de ureia estiveram fechadas por problemas internos, elevando o valor na região para US$ 344/t CFR.

AMÔNIA – na Europa e Américas os preços de amônia estão em baixa, com o fim da janela de aplicação nos EUA e baixa demanda dos países europeus. Nos mercados asiáticos, da Oceania e Oriente Médio, a demanda tem subido atualmente, atuando como um fator determinante ao crescimento dos preços e movimentando as importações do produto.

FOSFATADOS E ENXOFRE – seguem em sentimento baixista os mercados de fosfatados e de enxofre com baixo volume de negociações em diversas regiões do mundo. Com pouca demanda e oferta alta dos produtos, os preços estão na tendência de queda, sem previsão de mudança no curto prazo.

POTÁSSIO – o cloreto de potássio sofreu desvalorização em grande parte dos mercados pela reação à notícia de que a Canpotex negociou o insumo a US$ 307/t CFR com a China. O país asiático vem sendo alvo de ofertas de diversas empresas. A China comprou, até o momento, 1,115 milhões de t de KCL da Bielorrússia, 869 mil t da Rússia, 578 mil t do Canadá, 445 mil t do Laos, 334 mil t da Jordânia e 171 mil t de Israel, entre janeiro e abril de 2023.

Apesar da reação negativa e baixista, acredita-se que o fechamento deste contrato impulsionou a divulgação de dois leilões para compra de KCl, um para Bangladesh (180 mil toneladas) e outro para Índia (100 mil toneladas).

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?