Fertilizantes: com dólar mais baixo, preços da ureia recuam levemente no Brasil

A última semana foi marcada por um menor ritmo de comercialização para os fertilizantes nitrogenados, mediante a demanda mais restrita de alguns países, especialmente da Argentina, Peru e México. Por outro lado, alguns países da Europa permaneceram mais ativos e neste sentido, houveram diferentes movimentações para o preço da ureia, que teve altos, baixos e até mesmo estabilidade nos índices desses últimos dias.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 15/08/2022 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de Mercado

De acordo com a análise da consultoria StoneX, o mercado de nitrogenados da Europa ainda seguem sendo influenciados pela crise do gás natural na região. Com a alta no insumo, os custos de produção acabam impactando o preço final, e compradores estão se vendo obrigados a procurarem os nutrientes em países próximos ao continente. Dessa forma, as cotações entre os dias 08 a 12 de agosto seguiram encontrando sustentação e especula-se que ainda continuam acima dos US$800/tonelada. 

Já na América do Norte, as negociações ainda seguem cautelosas, com menos compradores ativos no mercado, mas a expectativa é de que a comercialização retome com mais intensidade a partir do final do mês, com compras da Europa e da Índia. Enquanto isso, os produtores se mantem focados nos trabalhos de campo, assim como na colheita, porém, com a safra de outono se aproximando e queda nos preços da ureia, espera-se que a demanda doméstica fique mais ativa. Dessa maneira, o indicador FOB NOLA para a ureia apresentou queda na última semana, ficando em torno de US$ 624/ tonelada.

Leia também:

Enquanto isso na América Latina, houve uma maior concentração na comercialização de ureia na semana passada, sendo realizadas principalmente pelo México, englobando um volume de 30 a 40 mil toneladas de Ureia. O Peru por sua vez, abriu uma licitação de compra para 60 mil toneladas do insumo, bem como, compradores argentinos apresentaram alguns sinais de retorno ao mercado.

Por outro lado, o Brasil, ainda segue com ritmo lento nas negociações de ureia, especialmente porque os compradores se dizem desinteressados em fazer aquisições nos níveis de preços atuais. Neste sentido, preço CFR da Ureia na última semana foi de US$ 643/ton, ficando US$ 13 abaixo da semana anterior.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?