Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

MINUTO DO CAFÉ: preços da saca seguem em alta no mercado físico do Brasil

Os preços da saca no mercado interno estão subindo de forma significativa apoiados no temor de uma menor oferta. O café arábica no Paraná variou +2,3% nesta quarta-feira (15), indo para R$1.127,50, e em Minas Gerais +1,3% com a saca sendo negociada a em média R$1.134,50.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 16/02/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

A última quarta-feira (15) nos trouxe informações quentinhas sobre os estoques de café nos Estados Unidos, maior consumidor mundial do produto.

Segundo os dados do relatório mensal da Green Coffee Association (GCA), os estoques norte-americanos de café verde em grão recuaram 52,6 mil sacas de 60kg no mês de fevereiro, estabelecendo um novo volume de 6,26 milhões de sacas, e a maior queda em mais de um ano!

Esse movimento foi impulsionado pelo alto consumo interno naquele país e pela redução nas exportações brasileiras, as quais estão abaixo do esperado. Segundo os dados da Secex, foram exportadas apenas 49,02 mil toneladas de café não torrado até a 2° semana de fevereiro, um volume 76% menor que o volume total exportado no mesmo mês em 2022.

Em mais recente atualização da Cecafé, as emissões de certificado de origem até o último dia 15 do mês somavam um total de 890,909 mil sacas exportadas, 405,460 mil sacas a menos que o volume exportado em igual período em 2022.

O ritmo lento nas exportações e condições climáticas no Brasil vem preocupando o mercado. O excesso de chuvas nas principais regiões produtoras de café arábica está atrasando os tratos culturais no campo e favorecendo o aumento nos casos de ferrugem do café.

Cafeicultores consultados confirmam suas preocupações com a situação e reduzem o ritmo nas negociações. Os preços da saca no mercado interno estão subindo de forma significativa apoiados no temor de uma menor oferta. O café arábica no Paraná variou +2,3% nesta quarta-feira (15), indo para R$1.127,50 e em Minas Gerais +1,3% com a saca sendo negociada a em média R$1.134,50.

Quanto aos futuros do café arábica, esses tiveram um forte recuo na Bolsa de Nova York encerrando a quarta-feira (15) com uma variação de -3,65% para o contrato março porém voltando a operar no campo positivo nesta manhã de quinta-feira (16).

A volatilidade das cotações na bolsa já é conhecida e deve se manter de olho no cenário macroeconômico e definição do tamanho da safra brasileira.

Na Bolsa de Londres os futuros de café arábica também recuaram no dia 15, com o contrato março variando -0,92%, mas também voltando a operar no campo positivo nesta manhã do dia 16, subindo +0,24%.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?