Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Trigo Argentina: vendas do cereal recuperando seu ritmo

Nesta última semana, segundo a Bolsa de Comércio de Rosário, o ingresso de caminhões na zona portuária de Rosário Up River aumentou em 46%.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 23/04/2024 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

Falando um pouco dos preços do trigo na Argentina, estes iniciaram a semana subindo para diversos contratos nas Bolsas.

Os preços negociados posto FOB, estão na faixa de US$ 252,00 a tonelada. Na Bolsa de Rosário as cotações tiveram uma ligeira desvalorização, e vemos o contrato maio sendo cotado à US$ 230/t.

Quanto a Bolsa de Cereales, contamos com leves valorizações para os principais contratos de negociação. O vencimento abril variou +0,4%, e o junho +1,6%.

Falando agora da comercialização do trigo DJVE campanha 2023/24, segundo a atualização do Ministério da Economia do país, acumulou até esta segunda-feira (22) um volume de 1.267.148 (1,267 milhão de toneladas).

Para a farinha de trigo o volume é de 233,575 mil toneladas.

As vendas semanais de trigo a partir do dia 10 de abril vieram bem acima da semana anterior, com as compras para exportação crescendo 496,72%, somando um novo volume de 145,6 mil toneladas.

O total vendido foi de 225,9 mil toneladas, acima das 45,1 mil toneladas da semana anterior.

As compras realizadas pelos moinhos internos também aumentaram, uma alta de 287,92%, que levou ao volume de 80,3 mil toneladas.

Para a nova safra de trigo, o Ministério da Economia da Argentina estima o plantio de 5,9 milhões de hectares.

Nesta última semana, segundo a Bolsa de Comércio de Rosário, o ingresso de caminhões na zona portuária de Rosário Up River aumentou em 46%, totalizando até hoje (23) 119. No semestre a variação é de +46%, e no ano de +760%.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?