Publicidade

Soja abre em queda na Bolsa de Chicago nesta quarta-feira (20)

Movimento de baixa prossegue diante da falta de argumentos positivos para o mercado se posicionar

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 20/07/2022 por:

Eng. Agrônoma especializada em Administração Agrícola e Comércio Exterior.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A cotação da soja abriu a quarta-feira (20) em baixa na Bolsa de Chicago, com perdas entre -0,87% a -1,01% para os vencimentos de ago/22 a mar/23 por volta das 09h40 (horário de Brasília). Esse viés de queda prossegue pelo segundo dia consecutivo na CBOT diante da falta de notícias mais otimistas para o mercado se posicionar.

Leia também:

Neste sentido, os preços futuros da oleaginosa parecem estar demonstrando uma queda gradual, já que o potencial de produção dos EUA permanece relativamente alto e o Brasil parece dar sinais de recuperação de uma safra decepcionante para o próximo ano de 2022/23.


A área plantada de soja no Brasil para a temporada 2022/23 foi estimada em um recorde com um aumento de 2,6% ante a safra anterior. Sendo assim, as estimativas de produção podem chegar a 151,5 milhões de toneladas, o que seria também um recorde. Espera-se que o crescimento da área de soja diminua no longo prazo se os produtores plantarem mais milho em meio a potenciais exportações para a China.


De acordo com os últimos dados da alfândega da China, no mês de junho o país asiático importou 7,24 milhões de toneladas de soja do Brasil. Isso representa uma queda de 30,9% em relação aos totais do ano anterior. Os embarques de soja dos Estados Unidos ficaram em um distante segundo lugar, com 770 mil toneladas, por outro lado, isso ainda foi substancialmente maior do que os números de junho de 2021. A China é de longe o maior importador de soja do mundo.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?