MINUTO DO MILHO: vendas semanais para exportação são positivas nos EUA

Entre os dias 17 e 23 de novembro, as vendas somaram 1,927 milhão de toneladas para embarque 2023/24, sendo 35% acima da semana anterior.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 30/11/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

Ainda aguardando os dados da Balança Comercial no Brasil que será liberada amanhã (01), temos a Anec reduzindo suas estimativas para a exportação mensal do cereal.

Segundo a Associação, o novo volume deverá somar 7,35 milhões de toneladas, um corte de 610 mil toneladas ante as estimativas da semana anterior.

O plantio do milho verão permanece atrasado e preocupa produtores. Segundo recente levantamento da CONAB, a semeadura no país avançou para 55% do total, ficando 13,6 pontos percentuais atrás dos trabalhos finalizados nesse mesmo período na safra anterior.

O estado do Paraná continua sendo o mais avançado, totalizando 99% da área já semeada. Segundo os técnicos da Deral, 80% das lavouras se encontram em boas condições, 16% médias e 4% em condições ruins.

Para os demais estados, a CONAB apontou que 96% do plantio foi finalizado em Santa Catarina, 80% no Rio Grande do Sul, 60% em São Paulo, 59,7% em Minas Gerais, 35% na Bahia, 10% em Goiás, 2% no Maranhão e 1% no Piauí.

Apesar das correções nas cotações do milho na B3, os fundamentos para os preços são positivos e não vemos produtores com necessidade de venda no mercado interno. Na quarta-feira (29) o estado do Paraná passou por valorizações significativas, com a saca variando +4,3% em Ponta Grossa e +2,1% em Guarapuava.

No mercado externo, sem muitas novidades e as cotações do milho na CBOT contam com apenas pequenas variações. Todos estão de olho nas exportações ucranianas e no programa de exportação norte-americano.

Nesta quinta-feira (30), o USDA atualizou que as vendas semanais para exportação do milho nos EUA, entre os dias 17 e 23 de novembro, somaram 1,927 milhão de toneladas para embarque 2023/24, sendo 35% acima da semana anterior. Os destinos foram México, Japão, Taiwan, China e locais não revelados.

Tal informação deve atuar como suporte para os futuros do milho em Chicago.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?