Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

MINUTO DO MILHO: nesta temporada, exportações de milho na Ucrânia já tiveram queda de 46,75% ante ao ciclo anterior

Até o momento nesta temporada, o volume acumulado está em 4,1 milhões de toneladas, enquanto no ciclo anterior chegou a 7,7 milhões de toneladas.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 07/11/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

Os futuros do cereal estão dando uma leve “patinada” na Bolsa de Chicago.

Após encerrar a sessão de segunda-feira (06) com o contrato dezembro no zero a zero, as cotações abriram a manhã desta terça-feira (07) em queda para os principais contratos.

Desde o início deste mês, os futuros do milho vencimento dezembro já recuaram -1,17%, cotados às 13h (Brasília) nesta terça-feira à US$ 473,12 por bushel.

Parte da pressão vem dos dados do avanço da colheita nos EUA que, segundo o USDA, chegaram a 81% do total no último dia 05 de novembro, um avanço semanal de 10 pontos percentuais, porém que ainda mantém os trabalhos atrasados quando comparamos com esse mesmo período do ano anterior, onde a colheita já estava 85% finalizada.

Do lado do suporte, o clima seco e quente na América do Sul continua no radar, que em conjunto com produtores brasileiros escolhendo não semear o cereal pelo baixo valor, pode resultar na menor oferta global da commodity.

No estado do Mato Grosso isso já está acontecendo e, segundo o Imea, a projeção da área plantada do milho 2° safra 2023/24 caiu 1,08% ante ao mês anterior, somando agora apenas 7,2 milhões de hectares. Se comparado com o ano anterior, a retração é ainda maior, de -3,86%.

Apesar disso, os futuros do milho encerram a primeira sessão da semana com valorização para os principais vencimentos na B3, apoiados principalmente no farto volume das exportações brasileiras relatadas no mês de outubro.

Voltado a falar do mercado externo, o Ministério na Ucrânia informou que as exportações de milho no país durante esta temporada, recuaram incríveis -46,75% ante ao mesmo período do ciclo anterior.

Até o momento nesta temporada, o volume acumulado está em 4,1 milhões de toneladas, enquanto no ciclo anterior chegou a 7,7 milhões de toneladas.

Finalizando, temos atualização das inspeções semanais para exportação nos EUA. Segundo o USDA, na semana encerrada no dia 02 de novembro foram inspecionadas 535,191 mil toneladas de milho, em par com o volume da semana anterior e bem acima do volume de 254,288 mil inspecionadas em igual período do ano anterior.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?