Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

MINUTO DO MILHO: cereal brasileiro pouco competitivo no mercado

Segundo a Secex, até a 3° semana de março (11 dias úteis) foram exportadas apenas 227,832 mil toneladas de milho não moído, exceto milho doce.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 19/03/2024 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

A semana já começou movimentada no Brasil, com dados da Balança Comercial que não foram muito otimistas para o mercado, levando os futuros do milho a recuar forte na B3.

Segundo a Secex, até a 3° semana de março (11 dias úteis) foram exportadas apenas 227,832 mil toneladas de milho não moído, exceto milho doce. O volume representa apenas 17,06% do total exportado em março do ano passado.

A média diária de embarques ficou em apenas 20,712 mil toneladas!

O milho brasileiro está passando por um momento de baixa competitividade no mercado, especialmente contra o cereal argentino.

Mesmo com tantos fatores pressionando o cereal, os futuros do milho encerraram a sessão levemente no campo positivo, após se recuperar das fortes quedas ocorridas no período da manhã, e acompanhar a forte alta do trigo nesta segunda-feira (18).

O contrato maio na B3 encerrou a sessão variando +0,23% e o julho +0,53%.

Falando agora do mercado externo, tivemos atualização das inspeções semanais para exportação nos EUA.

Na semana encerrada no dia 14 de março foram inspecionadas 1,238 milhão de toneladas de milho, levemente acima da semana anterior e das 1,224 milhão de toneladas inspecionadas em igual período do ano anterior.

Porém, apesar disso, os futuros do milho operaram com estabilidade na bolsa de Chicago, sendo pressionado pela valorização do dólar nesta segunda-feira (18).

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?