Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

MINUTO DO MILHO: Anec reduz as expectativas para a exportação de milho brasileiro

Entre janeiro e novembro, as exportações de milho devem somar 37,8 milhões de toneladas.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 30/11/2022 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

O plantio do milho primeira safra 2022/23 alcançou 40% da área total, média mais recuada devido aos atrasos no plantio do Paraná e Santa Catarina. No Paraná, o plantio atingiu apenas 46% do total. Além dos atrasos devido ao excesso de chuvas na região, o Sul está sofrendo com cigarrinhas nos campos. No Goiás, o plantio da primeira safra alcançou 40%. Quanto ao milho verão, a Deral atualizou que o plantio alcançou 99% no Paraná até a última segunda-feira (28), com as lavouras se encontrando 83% com condições boas/excelentes.

Nesta terça-feira (29), a Anec reduziu as estimativas para a exportação de milho brasileiro em novembro, apontando um volume de 5,94 milhões de toneladas, o que representa um corte de, em média, 500 mil toneladas da projeção anterior. Entre janeiro e novembro, as exportações de milho devem somar 37,8 milhões de toneladas. Lembramos que os volumes exportados para o cereal estão alcançando patamares recordes ante a boa oferta brasileira e alta demanda mundial, com quebras de safra em importantes regiões produtoras como a União Europeia e dificuldades de escoamento de grãos na Ucrânia.

Em dia de liberação do relatório da situação econômica americana pelo Fed, a quarta-feira (30) foi cautelosa, com os futuros do milho se movimentando no campo vermelho na maior parte do dia. Apesar do suporte vindo da China, com renovação nas expectativas de relaxamento nas políticas de covid-zero, o contrato março em Chicago (ZCH3) encerrou a sessão caindo -0,54%, cotado a US$ 6,62 por bushel.

Com a colheita norte-americana concluída, o USDA atualizou as inspeções semanais de grãos para exportação com final no dia 24, somando 3/apenas 302,350 mil toneladas, bem abaixo dos 806 mil do mesmo período do ano anterior.

Na Argentina, o plantio do milho segue atrasado, em especial na região de Santa Fé onde as chuvas foram mais escassas. Segundo as previsões da NOAA, a primeira semana de dezembro será marcada por precipitações em média de 35 mm.

Fonte: NOAA

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?