Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

MINUTO DA SOJA: inspeções semanais de grãos para exportação nos EUA

Até o dia 23 a soja somou um volume de 690,984 mil toneladas inspecionadas.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 28/02/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

O início da semana foi negativo para os futuros da oleaginosa. Na Bolsa de Chicago, o contrato março variou -0,71% na sessão de segunda-feira (27), movimento seguido pela Bolsa Brasileira, onde o contrato para o mesmo vencimento variou -0,70%.

As cotações seguem pressionadas pelas informações transmitidas pelo Fórum Agrícola 2023, que apontou aumento na produção de soja nos Estados Unidos, como já discutido aqui anteriormente.

Além disso, com a chegada da oferta da nova safra brasileira, os preços encontram dificuldade em manter seus patamares. Os preços no mercado físico também sofrem e recuam nesta segunda-feira (27) nas principais praças de negociação.

Até a última quinta-feira (23), a colheita da soja no Brasil já havia alcançado 33% da área total, um avanço significativo ante a semana anterior, mas ainda 10 pontos percentuais atrás dos trabalhos em 2022.

Em recente atualização do Imea, o estado do Mato Grosso deve obter uma produção recorde, de 42,8 milhões de toneladas. Até o momento a colheita do grão já atingiu 76,27% do total na região.

No mercado externo, a preocupação com a oferta ainda vem da Argentina, onde a Bolsa de Cereales informou um novo corte na produção da oleaginosa, estimada agora em apenas 33,5 milhões de toneladas.

Nos Estados Unidos, contamos com atualização do USDA para as inspeções semanais de grãos para exportação, onde até o dia 23 a soja somou um volume de 690,984 mil toneladas inspecionadas.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?