Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

MINUTO DA SOJA: futuros da oleaginosa vão na contramão do trigo e milho

No dia, o contrato janeiro de soja em Chicago (ZSF3) valorizou +0,43%, puxado por seus derivados. O óleo de soja vencimento dezembro subiu +3,05%.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 03/11/2022 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

Os futuros da soja vão na contramão do mercado após o retorno da Rússia ao acordo da ONU. Os futuros de milho e trigo caíram forte nesta quarta-feira (02) com o anúncio da Rússia sobre o seu retorno ao acordo de exportação de grãos pelo Mar Negro, após receber garantias do governo ucraniano de que, haverá desmilitarização do corredor. Com isso, os embarques voltaram ao seu ritmo “normal” reabrindo para o mundo a possibilidade de importação de grãos da Ucrânia.

No dia, o contrato janeiro de soja em Chicago (ZSF3) valorizou +0,44%, puxado por seus derivados. O óleo de soja vencimento dezembro subiu +3,05%. A China deve comprar mais óleos vegetais.

Nesta quinta-feira (03), as baixas são generalizadas para as commodities. O Fed subiu a taxa de juros norte-americana em 0,75%, conforme o esperado pelo mercado, levando o index a subir mais de 1% já pela manhã. Apensar do Fed sinalizar que pode desacelerar o ritmo de altas a partir de dezembro, ainda existem incertezas sobre até onde os juros precisam subir.

O estoque de soja nos portos chineses está em 3 milhões de toneladas, mas as compras devem permanecer moderadas. Havia comentado anteriormente que, talvez o governo chinês relaxasse a política do covid-zero. Entretanto, neste dia 03 as autoridades de Saúde da China (NHC) reforçaram que a política continuará, desanimando os investidores.

Nos EUA, as inspeções semanais do grão para exportação até o dia 31, somaram 2,574 milhões de toneladas de soja e as vendas na semana foram de 830,200 mil toneladas, sendo 745 mil para a China. No último dia 31 o USDA também atualizou o progresso da colheita americana, a qual, já alcançou 88% do total.

No Brasil, a Deral informou que o estado do Paraná avançou, na última semana, em 23 pontos percentuais no plantio da oleaginosa com os trabalhos apoiados pelo clima na região, alcançando 67% do total. As condições boas de lavouras atingem 95%. Ainda no Brasil, o Ministério da Economia liberou os dados da balança comercial de outubro, com as exportações brasileiras do grão somando 4,063 milhões de toneladas, bem acima dos 3,292 milhões do ano anterior.

Ademais, na Bolsa Brasileira os futuros da soja operaram em valorização, com os principais vencimentos subindo +0,62% para o dia 01.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?