Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

MINUTO DA SOJA: futuros da oleaginosa abrem a semana com boas valorizações

O suporte vem principalmente do clima nos EUA, que passou na última semana por condições de forte seca e clima quente nas principais regiões produtoras do grão.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 29/08/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

A semana começou positiva para os futuros da oleaginosa, com valorizações significativas para a B3 e Bolsa de Chicago. Em Chicago, as cotações encerraram a segunda-feira (28) variando +1,03% para o contrato setembro.

O suporte vem principalmente do clima nos EUA, que passou na última semana por condições de forte seca e clima quente nas principais regiões produtoras do grão. Em recente atualização do USDA, o departamento informou que as condições de lavouras tiveram um recuo semanal de 1 ponto percentual, com 58% das lavouras em condições boas/excelentes. Cerca de 28% permanecem em condições regulares e 14% em ruins/péssimas.

O departamento também atualizou as inspeções semanais para exportação de grãos naquele país, que na semana encerrada no dia 24 totalizou 322,149 mil toneladas de soja, em par com a semana anterior, porém bem abaixo do volume de 509,849 mil toneladas inspecionadas em igual período do ano anterior.

Na segunda-feira (29), o USDA reportou uma venda de 296 mil toneladas de soja safra 2023/24 para destinos não revelados.

Além disso, outro apoio veio dos dados da consultoria Pro Farmer, responsável por uma revisão de produtividade das lavouras norte-americanas na semana anterior. Segundo a consultoria, os rendimentos devem ser menores do que o previsto anteriormente pelo USDA, uma diferença de 2,58 milhões de toneladas de soja.

No Brasil, os dados da Balança Preliminar do mês deverão ser liberados no dia 01 de setembro, segundo anunciou a Secretaria de Comércio Exterior.

Indo para o sul do país, a Emater estimou que a safra de soja 2023/24 no Rio Grande do Sul deverá ter um acréscimo ante ao ciclo anterior, acumulando um novo volume de 22,44 milhões de toneladas. A área plantada no estado foi estimada em 6,7 milhões de hectares, cerca de 1,3% a mais que no ciclo anterior.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?