Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

MINUTO DA SOJA: condições de lavouras nos EUA recuam mais uma vez, aponta USDA

As condições das lavouras nos EUA até o dia 25 estavam 65% como excelentes/boas, 27% regulares e 8% em condições ruins/péssimas.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 27/06/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

Começando pelo Brasil, vamos falar da atualização da Balança Comercial preliminar do mês. Segundo os dados da Secex, até a 4° semana de junho foram exportadas 11,473 milhões de toneladas de soja, um novo recorde para o mês! O volume total exportado em todo o mês de junho em 2022 foi de apenas 9,989 milhões de toneladas.

Apesar disso, o volume ainda está abaixo das 15,6 milhões de toneladas exportadas no mês passado, que representaram a segunda maior exportação mensal da oleaginosa no país.

No mercado externo, contamos com atualizações do USDA. As condições das lavouras nos EUA até o dia 25 estavam 65% como excelentes/boas, 27% regulares e 8% em condições ruins/péssimas.

Quando comparamos com a semana anterior, o clima seco afetou a qualidade das lavouras, que recuaram 2 pontos percentuais segundo o departamento.

Para as inspeções semanais para exportação, na semana encerrada no dia 22 foram inspecionadas 141,158 mil toneladas de milho, apresentando uma queda ante a semana anterior e uma diferença de 335,793 mil toneladas ante ao volume inspecionado no mesmo período do ano anterior.

Com isso, os futuros da oleaginosa na Bolsa de Chicago encerraram a sessão de segunda-feira (26) variando +1,78% para o contrato julho.

Apesar disso, as cotações abrem a manhã dessa terça-feira (27) com quedas significativas, pressionadas após mapas climáticos apontarem melhores precipitações para os próximos dias no Meio-Oeste norte-americano.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?