Acesse

Trigo Argentina: semana também começa no vermelho

As recentes quedas ocorrem pois os preços acompanham o mercado externo, com fortes recuos em Chicago e na Euronext.

Tempo de leitura: < 1 minuto

| Publicado em 11/06/2024 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

Os preços do trigo na Argentina abrem a semana recuando para as principais praças de negociação.

As recentes quedas ocorrem pois os preços acompanham o mercado externo, com fortes recuos em Chicago e na Euronext, causados principalmente pela colheita do trigo nos EUA, EU e Canadá.

Entretanto, com uma demanda do trigo argentino de qualidade mais aquecida, com compras vindas principalmente do Brasil, onde os moinhos necessitam de trigo com pH panificável para a produção de farinha, vemos recuos menos significativos.

Nesta segunda-feira (10), os preços da tonelada FOB na Argentina eram negociados a US$ 293,00, enquanto os contratos futuros na bolsa de Rosário estavam sendo cotados à US$ 292,50.

O país já iniciou as vendas do trigo para a nova temporada 2024/25, que até o último dia 29 de maio totalizavam 1,857 milhão de toneladas para o exterior.

Tal volume vendido já é três vezes a média do volume vendido em igual período do ano passado, porém ainda 50% abaixo do estimado para anos normais.

Quanto a campanha 2023/24, até esta segunda-feira (10) foram declaradas para exportação DJVE 1,573,514 milhão de toneladas.

O volume para a farinha de trigo foi de 261,622 mil toneladas.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?