Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

MINUTO DO MILHO: preços no mercado físico indo na contramão dos futuros na B3

Em Cascavel/PR, os preços variaram -4,2% no dia, levando a saca para R$ 46,00, e em Assis/SP a variação foi de -1,8%, com negociações a R$ 55,00.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 18/01/2024 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

O retorno do feriado nos EUA não foi dos mais positivos para os futuros do milho na Bolsa de Chicago.

As fortes altas do dólar estão pressionando as commodities agrícolas no país norte-americano. Além disso, acompanhamos o mercado ainda digerindo os dados do WASDE liberados na sexta-feira (12).

Nessa quarta-feira (17), o contrato março do milho variou -0,27%, encerrando cotado a US$ 442,20 centavos/bushel.

Ainda no mercado externos, temos a atualização para as inspeções semanais.

Segundo o USDA, na semana encerrada no dia 11 de janeiro, foram inspecionadas 875,621 mil toneladas de milho, volume abaixo da semana anterior, porém acima das 779,788 mil toneladas que foram inspecionadas em igual período de 2023.

Tal informação serve como suporte às cotações, impedindo maiores quedas na Bolsa.

Indo para o Brasil, e diferente do mercado externo, os futuros do milho encerraram com valorizações na Bolsa Brasileira.

O vencimento março variou +1,51% e o maio +1,04% na quarta-feira (17), com o mercado adotando uma postura mais compradora ante a alta do dólar, e auxiliando na recuperação dos preços.

Já para o mercado físico não é bem assim, e vemos quedas significativas nas principais praças de negociação do país.

Em Cascavel/PR, os preços variaram -4,2% no dia, levando a saca para R$ 46,00, e em Assis/SP a variação foi de -1,8%, com negociações a R$ 55,00. O indicador da Esalq também recuou 1,1%.

Encerrando, a Deral divulgou novas atualizações no Paraná, informando que até o último dia 15 foram colhidas 5% das áreas de milho verão. Cerca de 73% das lavouras foram classificadas com boas condições, 23% médias e 4% com condições ruins.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?