Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

MINUTO DO MILHO: futuros do cereal sentem pressão do aumento na produção nos Estados Unidos

As recentes quedas são atribuídas a uma percepção de aumento na oferta mundial do cereal.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 27/02/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

Após encerrar a última semana no vermelho, os futuros do milho continuam sua descida e encerram a sessão desta segunda-feira (27) também com desvalorização. O contrato março na Bolsa de Chicago recuou -1,14% enquanto na Bolsa Brasileira a variação foi -0,69%.

As recentes quedas são atribuídas a uma percepção de aumento na oferta mundial do cereal, uma vez que o Fórum Agrícola 2023 estimou que a produção de milho nos Estados Unidos deve ser de 383,2 milhões de toneladas, o que representaria um aumento de 9,8% em relação a produção estimada pelo USDA em janeiro.

As exportações foram estimadas em 55,9 milhões de toneladas, um acréscimo de 7 milhões de toneladas e os estoques finais subiram para 47,9 milhões de toneladas.

Aumentando ainda mais a pressão sobre a commodity, no Brasil, o estado do Mato Grosso anunciou que a produção do milho safrinha deve crescer 5,4% em relação a safra anterior, alcançando um volume de 11,2 milhões de toneladas.

Com maior oferta e preocupação com a demanda, os preços têm dificuldade em manter seus patamares e observamos os preços da saca de milho recuarem em algumas praças de negociação no mercado físico do Brasil, como é o caso da cidade de Rio do Sul/SC, onde o preço da saca recuou -1,8% no dia.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?