Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

MINUTO DO MILHO: exportações brasileiras do cereal encerram o mês de janeiro somando mais de 6 milhões de toneladas

Nesta quarta-feira (01) tivemos a atualização da Balança Comercial de janeiro, divulgada pelo Ministério da Economia. Segundo os dados da Secex, o acumulado de milho exportado no mês foi de 6,348 milhões de toneladas! Esse número representa um aumento de 132% no volume exportado quando comparamos com janeiro de 2022.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 01/02/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

Nesta quarta-feira (01) tivemos a atualização da Balança Comercial de janeiro, divulgada pelo Ministério da Economia. Segundo os dados da Secex, o acumulado de milho exportado no mês foi de 6,348 milhões de toneladas! Esse número representa um aumento de 132% no volume exportado quando comparamos com janeiro de 2022.

No Porto de Paranaguá, o volume carregado também ultrapassou o de 2022. Até o dia 29 já haviam sido embarcados 569,461 mil toneladas de milho, cerca de 161% a mais que o volume de todo o mês de janeiro do ano anterior.

Falando um pouco sobre a cultura no campo, o Imea atualizou seu relatório no Mato Grosso sobre a safra de milho 2023. Segundo o Instituto, o plantio da 2° safra de milho avançou 3,75 pontos percentuais na semana finalizada no dia 28, totalizando assim um avanço na semeadura de 5,97% da área total.

Quando fazemos uma comparação com o mesmo período do ano anterior, percebemos o quão lendo os trabalhos no campo estão acontecendo, sendo que em 2022 o plantio já alcançava 26,70% da área total. As chuvas irregulares são a principal causa para o atraso na região.

Mais ao Sul, também contamos com atualização do relatório da Deral no Paraná, onde, de acordo com o departamento, o plantio da 2° safra de milho chegou a 3% do total. Com relação a colheita da 1° safra, esta alcançou 1% do total. As lavouras encontram-se 80% em boas condições, 17% médias e apenas 3% em condições ruins.

O final desta quarta-feira (01) e o resto da semana prometem muita volatilidade a frente, pois contam com anúncio da decisão política monetária pelo Fed nos Estados Unidos e pelos Bancos Centrais na Eurozona e no Reino Unido, informações que impactam diretamente na perspectiva de consumo das commodities agrícolas.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?