Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

MINUTO DO MILHO: clima adverso no Mato Grosso do Sul compromete cerca de 15 mil hectares do cereal

A Famasul divulgou seu boletim semanal, apontando que a colheita do milho safrinha chegou a 53,9% do total até o último dia 25.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 31/08/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

Os últimos dois dias não foram positivos para os futuros do cereal na Bolsa de Chicago. As cotações do contrato dezembro variaram -1,23% nessa quarta-feira (30), isso após encerrar a sessão anterior caindo -1,88%. A pressão veio das recentes movimentações de compras do milho nos EUA.

Entretanto, os futuros do cereal atuam no campo positivo durante a manhã dessa quinta-feira (31), com as cotações tendo suporte nos números das vendas semanais norte-americanas atualizados pelo USDA.

Segundo o departamento, na semana entre os dias 18 e 24 de agosto foram vendidas 71,7 mil toneladas de milho safra 2022/23, que veio bem abaixo da semana anterior e 39% abaixo da média de 4 semanas. Os destinos foram a Colômbia, Espanha, Japão, Reino Unido e El Salvador. Para o milho safra 2023/24 o volume foi de 991,8 mil toneladas, destinadas para o México, Japão, Colômbia, Panamá e destinos desconhecidos.

No Brasil, a Deral trouxe novos números para o estado do Paraná. Segundo o departamento, a colheita do milho safrinha na região avançou 15 pontos percentuais na última semana, atingindo 63% da área total. Os técnicos informaram que 77% das lavouras se encontram em boas condições, 21% em médias e 2% em condições ruins.

No Mato Grosso do Sul, a Famasul divulgou seu boletim semanal, apontando que a colheita do milho safrinha chegou a 53,9% do total até o último dia 25. Em igual período do ano anterior os trabalhos já atingiam 70,8% da área total. Cerca de 87,2% das lavouras foram avaliadas em boas condições, 10,4% regulares e 2,4% em condições ruins.

Devido à altas temperaturas e baixa umidade do solo naquela região, as culturas estavam sofrendo para manter suas boas condições, o que só piorou após a passagem de uma frente fria com vendavais no último dia 25. Os técnicos da Famasul apontam que cerca de 15 mil hectares de milho já foram comprometidos.

Os preços da saca seguem atuando de formas distintas ao longo do território nacional, com altas relatadas nos estados de Goiás e Minas Gerais, e quedas para o estado do Paraná.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?