Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

MINUTO DO MILHO: atrasos no plantio e colheita do cereal brasileiro entram no radar

Mesmo com o avanço dos trabalhos na última semana, a colheita segue atrasada em 8 pontos percentuais quando comparada ao mesmo período da safra passada.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 15/02/2023 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

No Brasil, a Conab divulgou seu acompanhamento semanal das lavouras. A colheita do milho verão chegou a 11% do total, sendo 40% do Rio Grande do Sul, 20% de Santa Catarina, 6% do Paraná e 2% de São Paulo e Minas Gerais. Mesmo com o avanço dos trabalhos na última semana, a colheita segue atrasada em 8 pontos percentuais quando comparada ao mesmo período da safra passada.

Quanto ao milho segunda safra, o plantio chegou a 20,4% do total, sendo 35,9% no Mato Grosso do Sul, 21,2% em Goiás, 15% em Tocantins, 6% no Paraná, 5% no Maranhão e Mato Grosso e 2% em Minas Gerais. Os trabalhos estão 14,5 pontos percentuais atrasados quando comparados com o mesmo período da safra anterior.

No mercado físico brasileiro, os preços da saca não apresentam grandes variações, com estabilidade em boa parte das praças de negociação e leves quedas em algumas regiões, como é o caso do estado do Mato Grosso, onde a média da saca recou -1,2% no dia, valendo R$59,77.

Para os futuros do milho na Bolsa Brasileira, a terça-feira (14) também foi levemente negativa, e vemos o contrato março recuar -0,54% e encerrar negociado a R$88,90.

No mercado externo, o USDA atualizou as inspeções semanais de grãos para exportação, onde até o dia 09 foram inspecionadas 511,506 mil toneladas de milho norte-americano, volume 65% menor que em igual período do ano anterior.

Os futuros do cereal na Bolsa de Chicago operaram no vermelho, recuando -0,41% na terça-feira e mantendo a queda nesta manhã de quarta-feira (15), onde o contrato março já acumula uma variação de -0,57%, valendo US$ 6,783 por bushel.

Ademais, sem maiores novidades, o mercado segue atento aos trabalhos no campo do Brasil, onde o ritmo lento começa a trazer algumas preocupações.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?