Acesse

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

MINUTO DO CAFÉ: dados do Vietnã pressionam as cotações em Londres

As exportações de café no mês de novembro aumentaram para 124,8 mil toneladas, cerca de 56,2% a mais que o volume do mês anterior.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 08/12/2022 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

Nesta quinta-feira (08), o governo do Vietnã informou que as exportações de café no mês de novembro aumentaram para 124,8 mil toneladas, cerca de 56,2% a mais que o volume do mês anterior. No acumulado de janeiro a novembro o volume somou 1,58 milhão de toneladas.

Como o país é o mais exportador mundial de café do tipo robusta, após a liberação do relatório, os futuros do café na Bolsa de Londres passaram a segurar novas altas e operar no campo negativo, puxando o contrato janeiro (RCF3) para US$ 1.916,00. Além disso, as cotações do robusta seguem pressionadas pela produção brasileira, estimada pela Conab em 22 milhões de sacas.

Também no Brasil, maior produtor mundial de café do tipo arábica, o clima mexe com os futuros na Bolsa de Nova York. Apesar da preocupação com a menor oferta no país, após chuvas de granizo e chuvas irregulares nas principais regiões produtoras, o mercado se apega a novas previsões meteorológicas que indicam aumento de chuvas para os próximos dias. Entretanto, gostaria de relembrar a vocês a realidade no momento.

O La Niña está causando sérios impactos nas lavouras da América do Sul, em especial na Argentina, com temperaturas que podem ultrapassar 40°C. Mesmo a região central do Brasil não sendo amplamente atingida pelo clima seco e elevadas temperaturas, as chuvas estão abaixo do normal. No mapa abaixo, é possível observar o acumulado de precipitação nos últimos 30 dias, onde podemos observar números menores que a média aceitável. Continuamos a semana com os cafeicultores segurando o seu produto, esperançosos por novas valorizações nos preços da saca.

Fonte: NOAA

Até esta quarta-feira (07), os dados da Cecafé apontavam exportações de cerca de 607,571 mil sacas de 60kg, abaixo do volume exportado em igual período do ano anterior, de 832,043 mil sacas.

Encerrando a sessão de quinta-feira (08), os futuros do café arábica na ICE tiveram leve valorização de +0,75%, com o contrato março (KCH3) valendo 158,88 cents/lp.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?