Acesse

MINUTO DA SOJA: derivados novamente puxando a oleaginosa

Os futuros da oleaginosa encerraram a quarta-feira (22) subindo lá na bolsa de Chicago, e vemos o contrato julho variando +0,81% e o agosto +0,75%.

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 23/05/2024 por:

Engenheira Agrônoma | Analista de mercado

Os futuros da oleaginosa encerraram a quarta-feira (22) subindo lá na bolsa de Chicago, e vemos o contrato julho variando +0,81% e o agosto +0,75%.

A alta do grão foi novamente apoiada pelo movimento dos seus derivados, neste caso o óleo de soja.

Os futuros do óleo de soja estão contando com valorizações significativas frente a menor disponibilidade de óleo vegetal no mercado, o que acaba favorecendo as exportações do derivado norte-americano.

Na última semana foram vendidas 9,100 mil toneladas de óleo de soja.

Reforçando a atualização das vendas semanais de grãos para exportação nos EUA, agora entre os dias 10 e 16 de maio foram vendidas 279,400 mil toneladas de soja 2023/24, uma alta de 5% ante ao volume da semana anterior.

Os destinos foram o Japão, Egito, Costa Rica, Indonésia e locias não revelados.

Para 2024/25 foram vendidas 65,500 mil toneladas de soja para a Indonésia, Taiwan, Japão e locais não revelados.

Falando agora do Brasil, temos atualizações nas estimativas da Anec para este mês de maio, prevendo um novo volume de 13,83 milhões de toneladas de soja a serem exportadas, uma redução de 300 mil toneladas ante aos números da semana passada.

As exportações do farelo de soja devem totalizar 2,29 milhões de toneladas no mês, também abaixo das estimativas da semana anterior, de 2,43 milhões de toneladas.

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

plugins premium WordPress

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?