Veja tudo sobre os mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Veja as cotações dos mercados abaixo:

Publicidade

Após atingir patamares mínimos em 5 meses, trigo tenta recuperação na Bolsa de Chicago

Preocupações com a lenta retomada das exportações de trigo na Ucrânia e onda de calor na Europa, valorizam levemente os índices do trigo soft

Tempo de leitura: 2 minutos

| Publicado em 20/07/2022 por:

Eng. Agrônoma especializada em Administração Agrícola e Comércio Exterior.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A cotação do trigo operava com variações mistas na tarde desta quarta-feira (20) na Bolsa de Chicago, onde por volta das 14h40 (horário de Brasília), registrava leve queda de 0,14% a 0,40% nos vencimentos de set/22 a jul/23 para o trigo hard e ganhos moderados de até 0,58% nos mesmos prazos de entrega para o trigo soft.

Leia também:

Durante a madrugada desta quarta os futuros do trigo sinalizavam expressivos ganhos, mediante uma rodada de compras técnicas dos investidores, após os índices terem alcançado patamares mínimos em cinco meses na última semana.

Além disso, a preocupação com um novo atraso na retomada das exportações de trigo na Ucrânia, que ainda segue em tratativas com a Rússia para a liberação dos canais de exportação, também deu suporte aos preços.

Por outro lado, a pressão da colheita de trigo dos EUA segue impactando no mercado, além do cenário de oferta e demanda, que tem sido acompanhado de perto pelos investidores.

Outra questão levada em consideração pelo mercado no decorrer de hoje, são as ondas de calor que ocorrem na Europa, gerando estado de alerta quanto ao desenvolvimento e produção das lavouras de trigo para a safra 2022/23.

Uma associação agrícola alemã (DBV) informou nesta manhã (20), que o clima quente e seco pode estar prejudicando suas perspectivas de trigo, embora a colheita de cevada de inverno do país (que geralmente é usada para ração animal) pareça estar em boa forma até agora, com um potencial de produção de cerca de 11,25 milhões de toneladas. As temperaturas chegaram a cerca de 40° C na terça-feira (19).

A Jordânia abriu uma nova licitação para comprar 120 mil toneladas de trigo de origem opcional em uma licitação internacional que se encerra em 26 de julho. O grão tem programação para embarque em novembro e dezembro. A Jordânia não fez compras em sua licitação anterior por um valor semelhante ao que fechou ontem.

Também ontem, o Paquistão lançou uma licitação internacional para a compra de 200 mil tons de trigo de origem opcional que se encerra em 25 de julho. O grão deve ser embarcado durante a primeira quinzena de setembro.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

TAGS:

Acesse todos os nossos conteúdos

Publicidade

Publicidade

Seja um assinante e aproveite.

Últimas notícias

Acesse a sua conta

Ainda não é assinante?