Café: Resumo Semanal, cotações do grão continuam em baixa preocupando os cafeicultores

  • 17/06/2019
  • 3
  • Categoria(s): Mercado do Café |

Café

A cotação do café está deixando os produtores preocupados, pois os valores pagos pela saca estão quase abaixo do preço de custo de produção, na última sexta dia 14/06, cafeicultores se uniram aos produtores da Colômbia para criar planos de ações a fim de reverter o quadro negativo...

A última semana continuou marcada por quedas no mercado do café, de acordo com os índices do Cepea/Esalq o preço que começou em R$ 408,39/saca no dia 10/06 fechou a sexta-feira dia 14/06 em R$ 403,38, uma baixa de 1,61% na semana. A queda acumulada no mês está em 3,45%, resultado bastante desanimador para os cafeicultores.

O café robusta também está sofrendo com a oscilação de preços, depois de ter começado a semana em R$ 292,46 no dia 10/06, a cotação do grão foi para R$ 285,91 no dia 13/06 e terminou a semana em R$ 287,52/saca de 60 kg em 14/06. A variação mensal acumulada para o café conilon já está próximo aos 4% de baixa. No dia 14/06 o percentual acumulado no mês ficou 3,95% negativo.

No mercado internacional, a cotação da saca de 60 kg de café na ICE Futures começou em US$ 97,00 em 10/06, chegou a máxima da semana em US$ 99,05 na terça dia 11/06 e ficou em US$ 96,00 no dia 13/06. Hoje, dia 17/06 a cotação inicial marcou US$ 95,8 as 05:15 da manhã e as 11:45 a.m. estava marcando US$ 96,3/saca.

A desvalorização do grão continua sendo provocada pela grande oferta mundial do café, somados a última safra brasileira (2018) que foi um recorde obtendo uma produção de mais de 61 milhões de sacas, fazendo com que os estoques privados ainda continuem abastecidos. De acordo com a Companhia Nacional de Abastacimento, que divulgou um relatório na última quinta-feira (13), os estoques privados estão com 12,893 milhões de sacas estocadas, maior volume desde 2016. A safra atual está prevista até o momento para ter uma produção de 50,92 milhões de sacas (Conab).

Enquanto não se tem previsão de melhora nos preços, alguns produtores estão buscando novas alternativas, migrando para outras culturas. De acordo com o relatório mensal do café do Cepea/Esalq no mês de maio, alguns cafeicultores que estavam sofrendo com os menores preços do robusta nos últimos meses, decidiram mudar de cultura, alternando para o cultivo de abacate e durião.

Para tentar reverter a situação preocupante nos preços do café, já que em alguns casos o preço pago no grão está beirando a margem do custo de produção, alguns representantes da cafeicultura no Brasil (maior produtor mundial de café) se uniram aos produtores da Colômbia (2º maior produtor da América do Sul) na sexta dia 14/06, para tentarem buscar ações que visem a valorização da cultura para as próximas safras.

Embora concorrentes no mercado externo, ambos estão com dificuldades de comercialização por conta dos preços baixos, o que desencadeou a preocupação do risco de empobrecimento das regiões produtoras de café, se caso o preço continue desvalorizado.

O que se espera pelos produtores é que o mercado internacional, principalmente a ICE Futures US que determina o valor de referência do grão, tenha mais transparência em apresentar a formação de preço, para que assim, o produto seja mais sustentável para se produzir, dando mais otimismo e tranquilidade para os cafeicultores.

Faça seu cadastro agora e acompanhe as análises de mercado de trigo, milho, soja, laranja, café, cana de açúcar, algodão, arroz e derivados. Você terá acesso gratuito por 7 dias. Após este período, poderá acessar ainda GRATUITAMENTE, nossas matérias abertas; agroindústria, logística, carnes, conjuntura de grãos e conjuntura econômica. É rápido e descomplicado. Um pé no campo e outro nos negócios. Basta clicar aqui.

Veja Mais
Café – Balanço Semanal: Com boa expectativa de oferta, preço do café despenca
Café – Balanço Semanal: Boas expectativas da oferta de café para 2019/20 faz as cotações recuarem chegando a 5% de queda
Café – Balanço Mensal: Café Arábica fecha setembro com alta de 5% na variação mensal
Café – Resumo Semanal: Clima seco é o principal fator na redução da produção do grão
Café – Resumo Semanal: Café arábica registra aumento de 3,7% ante o valor médio da semana passada

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo