Algodão: Balanço semanal e mais, cresce o número de exportações do algodão em maio, porém, valor fechou em queda

  • 07/06/2019
  • 7
  • Categoria(s): Notícias Agrí­colas |

Algodão

A exportação do algodão em pluma fechou o mês de maio com um volume 340% maior que no mesmo período de 2018. Ao total, foram destinadas 81,5 mil toneladas para o exterior, resultando em uma receita de US$ 138,6 milhões, 310% maior que o ano passado...

Ao final do mês de maio, o valor da arroba do algodão na Bolsa de Nova Iorque (ICE Futures) fechou com uma alta de 1,92% na média semanal, o fator condicionante foi causado pelas instabilidades climáticas dos Estados Unidos devido ao excesso de chuva. O indicador de preço registrado em N.Y. ficou em 68,87 centavos de dólar por libra-peso. Mesmo com um fechamento levemente positivo, não houve recuperação do preço, que já vinha em baixa ultimamente.

Os resultados ficam ainda menos satisfatórios, se comparado aos resultados de abril, cuja receita foi 1,65% menor e analisando o mesmo mês em maio/2018 a queda foi de 24,05%, percentual ainda mais drástico.

E o mercado não está muito propício atualmente, isso porque as influências externas, principalmente em relação ao impasse dos Estados Unidos e China, fez com que os cenários se alterassem rapidamente. Logo no início do mês de junho a cotação do algodão pluma à vista entrou em queda e no dia 06 de junho terminou em 68,59 ¢/lb. A queda veio acompanhada pela baixa de 3% do petróleo nos últimos dias.

Não há uma previsão infelizmente para as quedas do algodão cessarem, tendo em vista que com a colheita da safra 2019/20 as indústrias estão contidas, pois os números apontam uma previsão de safra recorde, o que vai dar margem a preços mais atrativos para o segundo semestre.

Passando para os dados futuros, a previsão dada pelo Ministério da Agricultura é que a produção do algodão para a nova safra seja 17,1% maior que o resultado de 2018, dando uma margem ainda maior para que possa haver uma queda. Vale lembrar que a cotação já está bem menor do que os valores praticados no ano anterior.

Embora as notícias e números não estejam muito favoráveis para a exportação do algodão, a “Guerra Comercial” dos EUA e China podem acabar favorecendo as negociações do Brasil com o país asiático, isto porque na temporada 2018/19 a China passou a ser a maior compradora do algodão, em 2017/18 ela estava apenas em quinto lugar.

Faça seu cadastro agora e acompanhe as análises de mercado de trigo, milho, soja, laranja, café, cana de açúcar, algodão, arroz e derivados. Você terá acesso gratuito por 7 dias. Após este período, poderá acessar ainda GRATUITAMENTE, nossas matérias abertas; agroindústria, logística, carnes, conjuntura de grãos e conjuntura econômica. É rápido e descomplicado. Um pé no campo e outro nos negócios. Basta clicar aqui.

Veja Mais
Agricultura de Precisão: Novas soluções para a cadeia do algodão no Mato Grosso
Melhoramento Genético: Como dobrar a produtividade de alimentos?
Defensivos Agrícolas: Operação Westicida apreende 6 toneladas de agrotóxicos ilegais no Paraná
Destaques da Economia Brasileira (de 04 a 08/11/19)
O que são fertilizantes organominerais?

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo