Trigo Argentina: À mercê do clima! Aguardando por novas chuvas, semeadura do trigo é adiada

  • 21/06/2022
  • 1
  • Categoria(s): Mercado de Trigo |

Cotação do Trigo

Devido à falta de umidade suficiente no solo nas áreas agrícolas da Argentina, há atrasos nas atividades de semeadura do trigo em várias áreas produtivas de Córdoba, Santa Fé, Buenos Aires e as províncias da NOA.

A esse momento da janela de semeadura de trigo na Argentina, onde o clima não está contribuindo em nada, não seria novidade dizer que semear trigo está complicado. "Há atrasos em várias áreas de produção de Córdoba, Santa Fé, Buenos Aires e províncias de NOA, e os produtores aguardam uma chuva de certo volume para entrar nas lavouras com as máquinas", observa o meteorologista Leonardo de Benedictis, da Consultoria do Grupo AZ.

"Em muitos campos há umidade no subsolo, mas não na superfície", acrescenta, de modo que uma chuva oportuna permitiria os produtores escapar do encalhe climático. Na província de Buenos Aires, apenas no sul havia umidade suficiente para a implantação de variedades de ciclo longo. Em quase todo o território de Córdoba e Santa Fe há atrasos e em Tucumán o plantio de trigo foi considerado concluído, apesar de apenas 50% da área planejada ter sido plantada.

As chuvas dos próximos dias serão fundamentais para o sucesso da safra. De Benedictis lembra que as precipitações de inverno são sempre limitadas, além do fato de finalmente prevalecer uma condição de Niña neutra ou fraca, que os centros de previsão procuram elucidar diante de sua expressão na primavera/verão.

Decisões Agronômicas

Diante desse cenário desfavorável, os produtores estão avaliando alternativas agronômicas para avançar com a safra. Em lotes com umidade a poucos centímetros da superfície, a plantadeira terá que ser conduzida mais fundo do que o normal, até 7 ou 10 centímetros dependendo da textura do solo.

Um cuidado importante é organizar a fertilidade de solo e plantas juntamente com o plantio de maneira simultânea. "Não seria necessário liberar nitrogênio muito antes da distribuição da semente, para não ser obrigado a semear em terreno seco", recomenda um técnico de Santa Fé.

Uma medida laboratorial importante é o teor de água útil do solo. Se registrar valores muito baixos, porque houve um período de pousio muito curto ou porque se permitiu o desenvolvimento de muitas ervas daninhas –como a urtiga, que foi amplamente difundida este ano– será necessário mudar as variedades ou avançar para o plantio de grãos da safra de verão .

Cultivares de ciclo intermediário podem ser semeadas até 20 de junho na zona central; após essa data, teria que se inclinar para ciclos curtos ou cevada maltada, que tem um ciclo semelhante a estes.

Veja Mais
Trigo Mercado Externo: preços continuam recuando com avanço da colheita dos EUA
Trigo Brasil: mercado continua lento com os produtores focados no plantio
Futuro: Brasil tem potencial para suprir demanda global de trigo, diz Embrapa
Trigo Balanço Semanal: trigo recua forte em Chicago, mas alta do dólar mantem cereal elevado no Brasil
Colheita de trigo começa cedo na França após onda de calor

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo