Minuto Milho

  • 01/02/2019
  • 4
  • Categoria(s): Notícias Agrí­colas |

AF News - Notícias Agrícolas

O volume de negócios ainda segue lento no mercado doméstico do milho...

O volume de negócios ainda segue lento no mercado doméstico do milho, com o lado comprador realizando compras pontuais, principalmente em regiões de produção próximas ao consumo, vez que os fretes mais elevados para a soja, forçaram os produtores a realizar algumas operações com o milho. Apesar da boa notícia da reabertura do mercado chinês para o frango brasileiro, as restrições do mercado árabe, em razão das exigências de adequação dos frigoríficos ao abate, tendem a pesar negativamente sobre esta cadeia, influenciando o consumo interno do milho, uma vez que este setor responde por quase 1/3 do consumo anual de milho no país. No que se refere às exportações, tradings retornaram ao mercado exportador, influenciando a expectativa de embarques para janeiro. Segundo a SECEX, até a 4ª semana de janeiro (18 dias úteis) o Brasil embarcou ao exterior 3,839 milhões de tons de milho. Este volume é superior ao de janeiro/18 em 817.900 tons e em comparação a dezembro/18 o ritmo se manteve acelerado, redução de apenas 175.000 tons. Neste cenário, o total de milho de fevereiro/18 a janeiro/19 já se encontra em 24,4 milhões de tons e, caso nos últimos 4 dias do mês as exportações trabalhem em uma média diária de 213 mil tons, o número final ficará próximo de 25,0 milhões de tons, reduzindo em 1,5 milhão de tons a previsão de estoque final da safra 2017/18 (15,487 milhões de tons).