Café – Balanço Semanal: Cotações sofrem desvalorização por conta da queda do dólar

  • 10/12/2020
  • 0
  • Categoria(s): Mercado do Café |

Cotação do Café

Mais uma semana de dólar em baixa, o que somado à queda dos preços internacionais, fez com que a comercialização de café sofresse um revés, com os produtores aguardando condições melhores para negociar o produto. Deste modo, as cotações registraram baixa na última semana. Por outro lado, exportações do grão brasileiro cresceram 32% em novembro. Confira:


Patrocinado

Café Brasil

Mais uma semana de dólar em baixa, o que somado à queda de preços internacionais, fez com que a comercialização sofresse um revés, com os produtores aguardando condições melhores para negociar o produto.

Segundo a Cooxupé (Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé), houve um grande aumento no recebimento de café por parte da cooperativa em relação a anos anteriores, porém, 80% das sacas recebidas já estariam vendidas, considerando-se, inclusive, as já escoadas.

Os embarques dos quatro primeiros dias de dezembro mostravam exportação de 34.178 sacas de café arábica, 41.183 sacas de café conilon e 624 sacas de café solúvel, totalizando 75.985 sacas, abaixo do mesmo período em novembro. O mês ainda está em seu início, o que não permite muitas projeções sobre as quantidades exportadas para dezembro de 2020.

Já em relação ao mês anterior, um levantamento do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), divulgado nesta terça-feira (9), apontou que o Brasil exportou 4,3 milhões de sacas de café em novembro deste ano, considerando a soma de café verde, solúvel e torrado & moído, o que representa aumento de 32,2% em comparação com igual mês de 2019 (3,282 milhões de sacas) e novo recorde para o mês, além do segundo maior embarque mensal deste ano.

Segundo o Climatempo, a La Niña, que foi considerada forte em novembro, deve se enfraquecer em dezembro, e a formação atual deve causar uma redução de chuva e nordeste. Ao contrário do que se esperava, o instituto prevê, também, chuvas mais rápidas e menos abundantes na região sul do País e subindo um pouco à região sudeste, onde fica a maior produção de café no Brasil.

Com o cenário favorável ao mercado financeiro brasileiro, com investidores americanos investindo muito dinheiro fora de seu país, prevendo estímulos financeiros e aumento de base monetária pelo novo presidente, o dólar iniciou a semana em R$ 5,32 e fechou a semana cotado em R$ 5,12.

A mudança para uma La Niña mais fraca causou, novamente, uma dúvida acerca dos danos à próxima safra pelos compradores e especuladores, que passaram a apostar em preços mais baixos nos próximos meses, derrubando a cotação atual e os preços futuros.

Café Mercado Externo

A Federação Nacional de Cafeteiros da Colômbia (FNC) anunciou que a produção de café da próxima safra deve manter o mesmo nível da produção do 2020, que ficou entre 14 e 14,5 milhões de sacas, dependendo do clima, visto que a área não pode ser aumentada e o crescimento ou queda se basearia, basicamente, na produtividade, e o cenário de La Niña pode atrasar a colheita e diminuir a qualidade do grão, mas a quantidade deve se manter.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola. 
 

Veja Mais
Mercado do Café: clima seco e bienalidade negativa apontam queda superior a 30%
Mercado do Café: cooperativa estimula produtor a melhorar qualidade do pós-colheita
Mercado do Café: De olho no Brasil, Nova York abre o dia mantendo valorização nesta 6ª
Mercado do Café: cooperativa estimula produtor a melhorar qualidade do pós-colheita
Café: maior produtor nacional, Minas Gerais deve ter quebra de 34% em 2020/21

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo