Café – Balanço Semanal: Após operar em alta boa parte do mês, café tem queda nos últimos dias

  • 26/11/2020
  • 0
  • Categoria(s): Mercado do Café |

Cotação do Café

O enfraquecimento nos negócios do mercado do café na última semana desvalorizou as cotações do grão, que vinha em ascensão durante boa parte do mês de novembro. Nas lavouras, segundo o Inmet, a previsão segue de chuvas em Minas Gerais até o meio da semana, com a chegada de uma frente fria, melhorando a situação que era complicada anteriormente. Confira:


Patrocinado

Café Brasil

Com quase 70% da safra de café negociada, o mercado segue fraco, com negociações pontuais e quem tem condição de segurar o produto em estoque está o fazendo, principalmente após a quinta-feira (19), quando o mercado virou para queda.

O cenário de comercialização é parecido para o café conilon, apesar de o momento ser de elevação de preços já há algumas semanas.

Segundo o Inmet, a previsão segue de chuvas em Minas Gerais até o meio da semana, com a chegada de uma frente fria, melhorando a situação que era complicada anteriormente.

As exportações de café em novembro, com os dados até o dia 19, apresentavam um total de 1.296.139 sacas de café arábica, 166.487 sacas de café conilon e 46.091 sacas de café solúvel embarcadas. Esses números são levemente superiores aos valores do mesmo período do mês de outubro, mostrando que o café segue com a exportação elevadíssima e pode bater o recorde de exportação do ano passado, mesmo com a pandemia reduzindo um pouco as exportações de café no início do ano.

Café Mercado Externo

Segundo dados do USDA, a produção colombiana de café deve ficar estável, em 14,1 milhões de sacas, em um cenário de La Ninã moderada. O resultado foi atribuído a um replantio de cafeeiros resistentes à ferrugem, que tende a se disseminar com o tempo úmido. Segundo a Federação dos Cafeicultores (Fedecafe), 83% da área total da Colômbia foi renovada com essas variedades.

Essa notícia causou uma grande mudança no preço do café, que estava em grande aumento no início da semana na bolsa de Nova Iorque (ICE), saindo de 109,25 centavos de dólar por libra-peso para 121 centavos de dólar por libra-peso devido ao furacão Iota, despencando na sexta-feira (20), indo para US$115,5¢/lb. Apesar disso, o preço apresentou forte alta na semana, mas inicia a semana pressionado para baixo.

No Vietnã, a chuva deu uma amenizada, mas a colheita de café ainda não se iniciou em muitos locais e, onde se iniciou, ainda está muito baixa. Com estoques baixos e falta de oferta, a pressão sobre os preços é de aumento.

Nesse cenário, a cotação futura do café robusta segue trajetória de alta na bolsa de Londres, devido à baixa oferta desse tipo de grão conforme explicado no parágrafo anterior, e traders de países que poderiam aumentar a oferta, como a Indonésia, estão segurando o produto apostando na alta nos próximos meses.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola
 

Veja Mais
Café - Balanço Anual 2020: mesmo com oferta aquecida e bienalidade positiva, café arábica subiu 30% na média anual em relação a 2019
USDA: Produção mundial de café deve aumentar 4,15% na safra 2020/21
Café – Balanço Semanal: Cotações sofrem desvalorização por conta da queda do dólar
Café - Balanço Mensal: Cotação do arábica subiu 12% em novembro
Café – Balanço Semanal: Após operar em alta boa parte do mês, café tem queda nos últimos dias

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo