Agricultura de Precisão: Gigante dos maquinários integra nova certificação ILPF e estimulam produção agrícola sustentável

  • 16/10/2020
  • 1
  • Categoria(s): Notícias Agrí­colas |

Agricultura de Precisão

A John Deere Brasil, por meio de suas tecnologias de agricultura de precisão, contribuirá com as análises de dados de seus equipamentos para dar ainda mais eficiência ao TrustScore, desenvolvido pela Ceptis, sistema responsável por certificar a propriedade rural e garantir acesso às linhas de crédito exclusivas anunciadas pela Rede ILPF. O anúncio de linhas de créditos facilitadas aos agricultores que adotarem o sistema Integração Lavoura-Pecuária-Floresta é marco histórico para produção de alimentos aliada à defesa do meio ambiente. Saiba mais:


Patrocinado

A John Deere Brasil, por meio de suas tecnologias de agricultura de precisão, contribuirá com as análises de dados de seus equipamentos para dar ainda mais eficiência ao TrustScore, desenvolvido pela Ceptis, sistema responsável por certificar a propriedade rural e garantir acesso às linhas de crédito exclusivas anunciadas pela Rede ILPF. Os recursos das linhas serão obtidos por meio do SAFF (Sustainable Agriculture Finance Facility / Financiamento Facilitado para Agricultura Sustentável), primeiro mecanismo financeiro constituído pela Rede ILPF.

O SAFF foi um dos projetos selecionados em 2020 pela Global Innovation Lab for Climate Finance (The Lab), fundo desenvolvido na Europa como programa de aceleração de opções de investimento que mobilizem recursos para o desenvolvimento sustentável em mercados emergentes. Ao todo serão disponibilizados cerca de US$ 68 milhões no primeiro ano, sendo US$ 62 milhões em crédito para o produtor e US$ 6 milhões para financiamento de programas de certificação, pesquisa, transferência de tecnologia para assistência técnica e certificação. Um projeto piloto será aplicado em uma fazenda na região da Cooperativa Cocamar, no Paraná.

Outra novidade é que as propriedades rurais certificadas poderão usar os recursos para a compra de máquinas agrícolas. "A agricultura de precisão somada a sistemas como o ILPF e a análise dos dados gerados na atividade agrícola trazem redução de custos, portanto benefícios econômicos e - principalmente - ambientais. Esta certificação ambiental aliada ao mecanismo de financiamento desenvolvidos pela Rede ILPF é um marco da agricultura sustentável brasileira", afirma Paulo Herrmann, presidente da John Deere Brasil.

Funciona da seguinte maneira. As máquinas John Deere são conectadas ao Centro de Operações, plataforma que integra os dados de operação e agronômicos coletados por meio do JDLink™ - sistema de gestão de frota da marca. Com ele, é possível visualizar todo o ciclo da lavoura, desde o preparo do solo até a colheita, além de analisar informações como mapas de velocidade, planejamento dos trabalhos que cada equipamento realizará de maneira remota, redução de combustível, utilização inteligente de insumos, dentre outros. Por meio do Centro de Operações, o agricultor poderá fornecer os dados agronômicos diretamente ao TrustScore, fortalecendo o cumprimento de metas e critérios estabelecidos pela certificação.

Os esforços em difundir a agricultura sustentável e responsável no País mostram seus ganhos, além dos financeiros: as metas estabelecidas pelo Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (Plano ABC) de 2009 e pela ratificação do Acordo de Paris sobre mudança do Clima pelo governo brasileiro, em 2016, sinalizavam um incremento de 4 milhões de hectares nesse sistema até 2020. Segundo o IBGE, atualmente o país já alcançou 15 milhões de hectares integrados e agora busca atingir 30 milhões até o fim do período definido. Isso triplicaria o objetivo proposto inicialmente. O lançamento do SAFF é um estímulo para que os produtores possam produzir e preservar mais, e ainda ser recompensado financeiramente com isso

Movimento eficiente

O ILPF permite que, quando integradas na mesma área, diferentes modalidades de cultivo minimizem riscos do produtor, enriqueçam a biodiversidade local, melhorando a fertilidade e o uso do solo, impactando diretamente a produtividade. O sistema é capaz de recuperar áreas degradas e sequestrar o carbono, criando uma ‘poupança’ para o produtor.

Por conta da melhoria no aspecto agronômico, vale ressaltar o papel social do ILPF. Ao adotar o sistema, a produção se estende ao longo de todo o ano agrícola, decorrente da rotação das culturas, da atividade agropecuária e somando aos cuidados florestais. Com isso, os funcionários podem passar a ter mais estabilidade, (quando muitas vezes antes eram "safristas"), garantindo empregos fixos e uma melhor segurança para suas famílias. Além do trabalho fixo, estes funcionários ganham experiências diversas ao acompanharem todos os diferentes processos, proporcionando uma melhor qualificação profissional e ampliação de conhecimento.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola. 
 
 

Conteúdo produzido com informações da Segs.

 

Veja Mais
Agricultura de Precisão: Plantação de milho e o papel da agricultura de precisão
Fertilizantes: Aqua vende negócio brasileiro de insumos especiais por US$ 120 milhões
Melhoramento Genético: Como o trigo aumenta a produtividade e gera mais lucro na propriedade pecuária
Defensivos Agrícolas: Mais 12 produtos técnicos são liberados no Brasil
Agronegócio Brasileiro: Pandemia poupou agronegócio e impactou setor de energia

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo