Mandioca – Balanço Semanal: Queda na oferta provoca aumento de preço da matéria-prima e derivados

  • 15/09/2020
  • 1
  • Categoria(s): Raiz de Mandioca |

Mercado da Mandioca

A retração da oferta da raiz de mandioca por parte dos produtores e uma melhora na demanda nos últimos dias, tem favorecido o aumento dos preços não só da matéria-prima, mas também dos derivados da mandioca, especialmente a fécula, que registrou ganhos de até 4,42% na última semana. Confira:


Patrocinado

Raiz de Mandioca

De acordo com o levantamento semanal do Cepea, poucos agricultores têm mostrado interesse pela comercialização da raiz de mandioca, e outros ainda priorizam o plantio. Além disso, em algumas áreas, a falta de umidade no solo já dificulta o avanço dos trabalhos, enquanto em outras, há baixa oferta de mão de obra para a colheita, visto que tem sido direcionada para outras atividades agropecuárias.

Principalmente por conta da menor oferta, os preços da mandioca subiram em todas as regiões na semana passada. De acordo com dados do Cepea, o valor médio a prazo para a tonelada posta fecularia foi de R$ 326,66 (R$ 0,5733 por grama de amido na balança hidrostática de 5 kg), alta de 1,8% na comparação com a média da semana anterior.

Entre as regiões consultadas, de acordo com a tabela abaixo, os indicadores tiveram acréscimos entre 0,68% a 2,98% na variação semanal.

A maior cotação foi registrada na região de Marechal Cândido Rondon/PR (EOP), a R$ 343,78/ton.

Fécula de Mandioca

Assim como no mercado da raiz, a cotação da fécula de mandioca também sofreu reajustes positivos para as principais regiões produtoras, com altas que foram de 0,47% a 4,42% entre os dias 07 a 11 de setembro, quando comparado com a média da semana anterior.

Somente a região de Assis/SP, é que demonstrou recuo de 0,20% na variação semanal, onde o preço da fécula fechou valendo R$ 1.927,00/ton.

A máxima encontrada na última semana foi também em EOP, onde o indicador ficou em R$ 1.983,13/ton.

Farinha de Mandioca

O preço da farinha de mandioca seca fina subiu de 0,56% a 5,07% na semana passada para as regiões de Assis/Sp, Araruna/PR e Paranavaí/PR. A cotação do derivado de mandioca ficou entre R$ 71,04 a R$ 74,21 a saca. Esse cenário provocou uma recuperação nos índices, que operavam entre altos e baixos já há algumas semanas.

Já para o tipo da farinha de mandioca seca grossa, os indicadores operaram mais estáveis na variação semanal, porém, no panorama mensal, a cotação da farinha está valorizada entre 0,09% a 3,80% para as principais regiões.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola. 
 

Veja Mais
Mercado da Mandioca: Altas se intensificam, e média de preços avança 1,5%
Mercado da Mandioca: oferta e demanda maiores no primeiro semestre de 2021
Mercado da Mandioca: com oferta limitada, preços continuam ganhando suporte para aumentos
Mercado da Mandioca: redução da oferta eleva os preços da mandioca
Mandioca Balanço 1º Semestre 2021: preço médio da raiz de mandioca fecha o semestre com aumento de 43%

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo