Raiz de Mandioca – Balanço Mensal: Cotação da mandioca sobe em todas as regiões na reta final de junho

  • 29/06/2020
  • 0
  • Categoria(s): Raiz de Mandioca |

Mercado da Mandioca

Com poucas lavouras disponíveis, o plantio tem sido uma atividade prioritária na vida dos mandiocultores. Por este motivo, é que é a cotação da raiz de mandioca apresentou avanços nesta reta final de junho, justamente porque os produtores diminuíram suas atividades nos negócios, retraindo a oferta. Enquanto isso, a demanda apresentou-se aquecida, o que elevou também o preço da fécula em algumas regiões. Confira:

Raiz de Mandioca

O início do segundo trimestre de 2020 foi um período marcado por intensificação da colheita de raiz de mandioca no Centro-Sul. Assim, em boa parte de abril e maio, produtores que ainda dispuseram de áreas de mandioca com idade entre um ciclo e meio e dois ciclos e os que tinham interesse em liberar áreas arrendadas seguiram intensificando a colheita, que desacelerou no mês de junho. Pesquisadores do Cepea ressaltam, contudo, que a colheita exigiu no período elevada quantidade de mão de obra e, com as indicações de isolamento social, com isso, a oferta de trabalhadores restringiu o ritmo das atividades.

Entretanto, muitos produtores se depararam com o menor interesse por parte da indústria. Como as vendas de derivados cada vez mais em queda, parte das unidades limitaram a moagem, por meio de redução nos turnos de trabalho, ou estiveram com as atividades suspensas no período.

Mas durante o mês de junho, se notou um aquecimento na demanda, bem como uma valorização nos preços da raiz de mandioca, que também foi repassado para maior parte dos derivados, a depender da região.

Nas cotações, durante o período de 22 a 26 de junho o Cepea/Esalq registrou uma valorização semanal no preço da raiz de mandioca para todas as regiões consultadas. O aumento ficou entre 0,05% a 5,30%.

O maior preço foi encontrado na região de Paranavaí/PR a R$ 343,95/ton, enquanto que a mínima foi observada em Assis/Sp a R$ 281,47/ton.

Na variação mensal, a região de Ivinhema/MS é que contabilizou o maior aumento, de 9,53%, saltando de R$ 300,02/ton há quatro semanas, para atuais R$ 328,62/ton.

Fécula de Mandioca

As indicações de isolamento social nos últimos meses, atingiram fortemente a maioria dos mercados que consome fécula de mandioca e outros ingredientes como insumo. Agentes da indústria de fécula apontaram que as vendas cederam em intensidade maior que a produção, resultando em aumento de estoques nas fecularias.

Desde o período de intensificação do isolamento social em vários estados até o final do mês de abril, houve aumento de 42% nos estoques de fecularias e de modificadoras de amido, os quais superaram, inclusive, os de igual período de 2019.

Dados levantados pelo Cepea mostraram que, na parcial deste ano, os preços de fécula, em termos reais, cederam 28,3%, sendo que 12,9% ocorreram desde meados de março. Como comparação, no mesmo período do ano passado (entre final de 2018 e 26 de abril de 2019), as cotações da fécula de mandioca cederam 10,4% em termos reais.

Assim como a raiz de mandioca, porém, o mercado da fécula de mandioca apresentou reação neste mês de junho, tendo contabilizado ganhos na maioria das principais praças comercializadoras.

A cotação da fécula de mandioca fechou com variações mistas, entre -0,77% a +5,28% na última semana.

O maior indicador foi registrado em Ivenhema/MS, a R$ 2.009,72/ton com alta de 5,28% na variação semanal e valorização de 10,07% comparada a média das últimas quatro semanas.

Já a região que sofreu maior depreciação, foi a de Marechal Cândido Rondon/PR, com o preço da tonelada da fécula de mandioca valendo R$ 1.815,57 e uma retração de 0,77%.

Ainda assim, a mínima ficou mesmo na região de Assis/SP, a R$ 1.894,92/ton.

Farinha de Mandioca Fina Tipo 1

A farinha de mandioca é um dos alimentos mais consumidos no Brasil. Entretanto, o dispêndio para sua aquisição e consumo domiciliar representou apenas 0,4% do total, segundo a Pesquisa de Orçamentos Familiares em 2017-2018, do IBGE. Ainda assim, como em um contexto agregado é considerado um bem inferior do ponto de vista econômico, tendo em vista que a demanda pelo produto tende a decrescer conforme aumenta a renda da população e, considerando-se que há expectativa de redução da renda da população nos meses seguintes à pandemia do coronavírus, e, pode ser um dos produtos que venham a ganhar mercado. Vale lembrar que o comportamento dos consumidores se altera na medida em que se verificam mudanças no padrão de renda.

No mercado da farinha de mandioca, o tipo 1 de classe fina, apresentou variação negativa para a Assis/SP, com retração de 0,85% no período de 22 a 26/06, sendo cotada a R$ 69,83/saca.

Já as regiões de Araruna e Paranavaí, ambas no Paraná, tiveram aumentos de 1,25% e 3,03%, sendo cotadas a R$ 69,91/saca e R$ 76,25/saca.

Na variação mensal, Assis apresentou um incremento de 0,04% nos preços, se mantendo estável neste período. Já Araruna, obteve uma alta de 1,27%, enquanto que Paranavaí, sofreu uma forte queda de 6,98% ante ao preço das últimas quatro semanas, passando de R$ 81,97/saca para atuais R$ 76,25/saca.

Farinha de Mandioca Grossa Tipo 1

Novamente a região de Assis/SP fechou em queda, com retração de 0,85% na cotação da farinha de mandioca seca grossa, o preço registrado na última semana ficou em R$ 55,86/saca.

Já as regiões de Araruna e Paranavaí no Paraná, além de Capivari de Baixo em Santa Catarina, apresentaram uma valorização entre 0,50% a 1,88% no período.

O maior preço da farinha foi encontrado em Paranavaí, a R$ 61,33/saca, enquanto que o menor, foi contabilizado em Capivari de Baixo, valendo R$ 48,07/saca.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola. 
 

Veja Mais
Mandioca - Balanço Semanal: Retração na oferta, mantém o preço da raiz e derivados em alta
Raiz de Mandioca – Balanço Mensal: Cotação da mandioca sobe em todas as regiões na reta final de junho
Mandioca – Balanço Semanal: Preço da mandioca é sustentado pelo aumento da demanda
Mandioca – Balanço Semanal: Cotação da fécula de mandioca mostra recuperação após várias semanas de baixa
Mandioca – Balanço Semanal: Chuvas restringem a colheita e oferta da raiz de mandioca cai. Preços seguem com variações mistas

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo