Vendas enfraquecidas e avanço da colheita nos EUA pressionam preços da soja na CBOT

  • 13/11/2018
  • 3
  • Categoria(s): Mercado de Soja |

As vendas de soja dos EUA na semana que terminou em 1 de novembro caíram 2% em uma base semanal, mas 16% acima da média anterior de quatro semanas, de acordo com o USDA.

Líderes dos EUA e da China expressaram interesse em reuniões para resolver a atual guerra comercial entre os países, mas não é provável que haja um fim rápido para a disputa. Ainda assim, qualquer movimento é positivo para a soja, cujas vendas norte-americanas despencaram nos últimos meses devido à ausência de seu principal comprador, a China.

Quanto à nova safra, o USDA reportou avanço semanal de 11% na colheita da oleaginosa, alcançando 83%. Mas os números ainda estão bem abaixo da média de 89% dos últimos quatro anos e em igual período de 2017.

As vendas enfraquecidas somadas ao avanço na colheita pressionaram as cotações em Chicago,que fecharam em campo negativo na CBOT, nesta segunda (12).

CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR A TABELA AFNEWS DE PREÇOS DA SOJA EM GRÃO, ÓLEO E FARELO NA CBOT

Na Argentina, o clima favorável na região agrícola central do país permitiu o avanço do plantio da safra verão de soja para 55%, bem superior ao progresso médios de 38% nos últimos cinco anos. O governo argentino projeta 54,2 milhões de tons na nova safra, o que representa um crescimento de mais de 40%, comparado a produção em 2017 (37,7 milhões de tons) que sofreu forte impacto com a seca.